ARENA DE JOGOS

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Hábitos vão e volta, ou tomam novas formas. Quando tinha entre 9 e 13 anos de idade, sou péssimo com memórias de infância, estou usando de dedução para chegar nesse campo mais restrito de idade, costumava nas férias promover com meus amigos uma série de campeonatos de jogos de modo geral.

Entre jogos físicos (basquete, vôlei, futebol, etc), jogos de clássicos (dominó, cartas, Banco Imobiliário, Detetive, Jogo da Vida, Cara a Cara), dentre outras invenções que não me vem detalhado a memória. Para marcar esse torneio usávamos um cinturão de cartolina que ao centro tinha o símbolo com seu nome de competidor, igual ao nick moderno, o meu aqui, por exemplo, Silverbolt.

E colávamos nesse cinto outros símbolos com os jogos ganhos pelo competidor, lembrando muito mesmo a ideia do WMAC Masters da extinta TV Manchete. Vou colocar uma imagem abaixo para atiçar a curiosidade alheia.

Os tempos passaram, mas os jogos sempre foram um hábito que não perdi, era nos jogos de tabuleiro que continuei comprando por um tempo: Imagem & Ação, Scotland Yard, Jogo do Pokémon, Clube Grow, etc. Ou no RPG tão destacado aqui no site, que continuo jogando até hoje.

Procurando RPG de mesa clássico na cidade onde moro, encontrei numa cidade vizinha um grupo de pessoas que se reunia no SESC todo sábado para jogar RPG e Boardgame e fui lá uma semana para conhecer, as mesas de RPG estavam fechadas para pessoas que iam regularmente, portanto não consegui jogar uma partida depois de tanto tempo, embora o dia não tenha sido perdido.

Conheci uma série de jogos de tabuleiros modernos, os chamados boardgames, ou seja, mamão papaya, eu sei? Entre eles lembro do cardgame de Senhor dos Anéis, de Coup, os demais jogos não consigo me recordar o nome, porém o dia em si marcou a minha curiosidade com o hobby.

Algum tempo depois numa viagem a minha cidade natal, um amigo me chamou para uma sessão de boardgame que conteve Thief Market, Saboteaur, The Resistance, dentre outros. Novamente fiquei interessado no hobby. Comecei a ver vídeos de por onde começar e adquiri o jogo mais indicado na maioria desses vídeos: Ticket to Ride.

Minimizando a explicação seria próximo de um War, onde precisava fazer rotas com os seus trens. Falei que estou minimizando, ok!

E daí acabei comprando alguns jogos com o tempo, até encontrar um lugar onde pudesse experimentar online diversos jogos, sem custo e ver o que me agradava mais para investir. E depois de uma longa introdução venho apresentar para quem dentre os milhares de usuários não conhece o Boardgame Arena:

https://pt.boardgamearena.com/lobby

A plataforma tem manuais, alguns em português outros só em inglês, ou até em outros idiomas, vídeos tutoriais, modo treino para aprender as regras antes de jogar de fato. Dá para exercitar o seu inglês por lá falando com estrangeiros dos mais variados lugares, se divertir em casa, sem qualquer custo. Uma ótima pedida para quem quer conhecer e quem sabe ser tomado por esse hobby.

Bom jogo para todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s