O triste fim dos trabalhadores

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Lá nos primórdios do site na sessão Assuntos Aleatórios uma vez ou outra eu saia dos temas bem-humorado e seguia um rumo mais sério. Realizava críticas espirituosas. Hoje tão tem nada tão espirituoso aqui, mas…

O triste fim dos trabalhadores

No último domingo assistindo o programa Fantástico, liguei exatamente na hora de falar da reforma previdenciária a ser realizada no nosso país, diferentes de outras tantas reformas, essa daí se tem pressa, porque os cofres públicos não estão tão cheios quanto deveriam.

Um pouco antes de falar da idade mínima para aposentaria que não existe no nosso país, se mencionou que o brasileiro teve um crescente na expectativa de vida chegando aos 65-70 anos.

E daí o ministro diz que a idade mínima aqui deve ficar exatamente nos 65 anos. Em segundos pensei, o trabalhador brasileiro passa a ter dois caminhos para se aposentar:

“Trabalha a vida toda e se aposenta para morrer”

ou

“Trabalha a vida toda e morre sem se aposentar”

Parabéns ao nosso país, assim os cofres estarão a salvo, independentemente de ter mais velhos que jovens trabalhando no nosso país de “oportunidades”.

Era isso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s