CORTINAS FECHADAS

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Assim como fiz com as matérias de mangá, pegarei cada uma das quatro séries comentadas aqui até dezembro do ano passado, fazendo uma resenha maior de como terminou ou dos episódios até agora. Começando de American Horror Story: Freak Show que já encerrou.

Com spoilers

AHS FREAK SHOW POSTER

Os três episódios finais foram muito semelhantes ao ano inicial chamado posteriormente de Murder House. Grande parte do elenco ainda vivo foi sendo eliminado por circunstâncias ou pelos demais personagens e poucos sobreviveram para contar sua história.

Começando por Elsa Mars, o futuro vislumbrado por Pepper no 4×10 realmente aconteceu, ela fugiu do Freak Show depois de ser desmascarada por Stanley, vendeu o circo duas vezes, a primeira para Chester e depois para Dandy (o último dono) e partiu para Hollywood para tentar a sorte. Poderia ser mais uma abandonada na sarjeta, só que encontrou mais um homem apaixonado que abriu as portas para um show solo de entretenimento e música, mesmo que a personagem em si padecesse de talento.

Quem quer muito, uma hora cai da cadeira e não foi diferente com Elsa, ela não estava feliz com o casamento e com as poucas imposições da Rede de Televisão sobre seu programa, a última de fazer um especial de Halloween. Lembrando que cantar no feriado atrai o espírito de Edward Mordrake.

Massino, aquele que fez suas novas pernas estava doente e não poderia viver o amor tardio com o escultor que salvou sua vida, os vídeos snuffs da época do pós-guerra viriam a tona em breve e para não terminar por baixo, Elsa aceita fazer o show de Halloween.

Edward Mordrake porém aceita matá-la, mas não levá-la consigo para o Circo dos Mortos com rápida participação do Clown Killer com o rosto normal dessa vez como era antes de depreciado e se tornar o monstro assassino que vimos nos quatro primeiros episódios.

O desejo de morte pagava seus pecados, ou melhor, as estrelas não pagam como Ethel faz referência na cena final da série onde Elsa encontra seus “filhos” no circo pós-morte, cena que me lembrou muito do final tão defenestrado de Lost. Como eu gostei do final da série mencionada, também aprovei o encontro das almas de Elsa e os Freaks seja onde for.

AHS ELSA FINALDell foi salvo do enforcamento para morrer com um tiro na cabeça, dado por Elsa ao saber que o Stronger Man matou Ma Petit a pedido de Stanley, outro que pagou caro ao tratar os Freaks como gado de corte, se tornou uma versão de Meep. a cena que revela seu destino é rápida e sem muito explicação. Até se ele foi morto depois ou não ficamos sem saber.

Na reta final conhecemos Chester (participação especial de Neil Patrick Harris) um ex-soldado, mágico nas horas vagas e ventríloquo com uma boneca assustadora chamada Marjorie interpretada na forma humana por Jaime Brewer (de AHS: Murder House e Coven). Chester era um assassino foragido matou a esposa e a amante da mesma, que na sua mente foram mortas pela boneca. Sua loucura sobe a cabeça até que Esmerelda é quem paga o preço ao ser serrada ao meio sem qualquer defesa e ajuda dos Freaks que “quase” matou.

Estranho lembrar que ela teve um destino igual ao que aconteceria no 4×04 durante a festa do Clown Killer e Dandy. Chester que termina preso ao se entregar por um crime que não cometeu, matar sua boneca Marjorie.

AHS CHESTER

Dandy compra o circo, tenta novamente se casar com Betty/Dot, só que já havia sido desmascarado que ele era o ajudante do Clown Killer, fora que depois de humilhado pelos secundários do circo, ele mata um a um incluindo Paul, Eve e alguns que nem me recordo o nome. As siamesas aproveitam da única fraqueza do playboy para armar uma armadilha e prendê-lo num aquário, onde de camarote junto com Jimmy e Desireé observam ele pagar caro por tudo que fez durante a temporada. O normal mais freak de todos.

Só três se salvam da eliminação dos Freaks orquestrada por Stanley, Chester e Dandy: Jimmy que parece finalmente se aceitar com é, com as novas mãos de madeira iguais as que tinha de caranguejo ao lado de Betty e Dot, como um casal e esperando um bebê (como será?), um desejo das siamesas realizado enfim e numa outra vertente Desireé encontra uma vida normal ao lado de Angus, que já tinha aparecido brevemente na série como seu novo interesse amoroso.

AHS MÃO DE MADEIRAUma temporada bem amarrada. Muito melhor que Coven que o início se ligou ao final, só que o meio foi uma bagunça só.

Até o próximo ano com o título provisório de American Horror Story: Hotel estrelando Lady Gaga. E semana que vem com outros resumos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s