RESUMO DA OBRA – Nº44

 POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Antes que as séries pausam, outra resenha de casa cheia com Marvel – Agents of S.H.I.E.L.D, The Big Bang Theory, Supernatural (o pior dessa vez) e American Horror Story: Freak Show.

Com spoilers

Resumo da Obra

MARVEL – AGENTS OF S.H.I.E.L.D – 2X06 – A Fractured House: Esse foi o episódio mais fraco até agora, embora ele teve continuidade, o mapa na tatuagem da cena pós-crédito e nas palavras de Coulson para deixar a pesquisa de lado e focar na missão.

A relação de Simmons/Fitz e agora Mack foi explorada, com o verdadeiro motivo da cientista se oferecer para se infiltrar na HIDRA, achar que sua presença poderia ser prejudicial para aquele que era parte de si mesmo, na temporada passada. Um drama necessário depois do que os dois passaram com Ward.

Falando no traíra do pedaço, esse capítulo não serviu só para a S.H.I.E.L.D poder voltar à ativa com a ajuda do governo, incluindo General Talbolt e o Senador Ward irmão mais velho do ex-membro do time. Ele foi à válvula de escape para novamente um grupo de soldados altamente armados, dar mole e acabarem mortos nas mãos de Grant Ward, que agora deve agir como mercenário sem lados na série. Melhor para o artista, quem sabe a redenção dele tão difícil de engolir venha com um ato heroico ou sua morte no Season Finale.

WARDAfinal como Coulson o lembrou não só jogou seus dois companheiros numa caixa dentro do Oceano, mais também matou Victoria Hand e Eric Koenig. Falando no seu personagem, seu irmão/clone tomou chá de sumiço.

Antes da S.H.I.E.LD reascender no mapa, ela foi forçada a ação com May, Hunter e Bobbi devido a falsos ataques da HIDRA com tecnologia avançada a base do Obelisco/Divino.

TECNOLOGIA ASSASSINAArmas mortais que já devem estar funcionando pela aliança Doutor (pai de Skye) e Daniel Whitehall.

Senti um número menor de personagens ativos nesse capítulo, talvez seja para economizar ou apenas para organizar o elenco gigante que a série ganhou entre principais e coadjuvante.

SUPERNATURAL 10X04 – Paper Moon: Filler lá vem outra vez. Às vezes são bons, outras? Dean se lembra de tudo que fez como demônio, esse episódio deixa claro isso, só que ao invés de lamentação eterna, resolve deixar o dia de folga de lado e ir trabalhar. Não sei se foi uma boa ideia para os telespectadores.

Mesmo linkando esse capítulo com Bitten (8×04) outro capítulo que escorregou bastante na qualidade, Kate e sua irmã e lobisomens anda tão batido que até estragaram Garth na temporada passada, o transformando num monstro só para explicar sua ausência na série. Preferia que ele continuasse ausente.

BROTHERS LUPINASSei que esse é o típico episódio que tem um drama que lembra a vida dos Winchesters para comparar como resolveram tão pendenga e como poderá ser feito. Não havia outra forma, ou matava as duas, ou a irmã que pirou o cabeção ao ser transformada. Clichê demais, outra fuga de Kate. Espere que fique longe até a 20ª temporada da série.

A conversa sobre a Marca, a história do Lester, se encaixou para mostrar que esse capítulo veio depois do arco de três episódios que iniciou essa 10ª temporada. Mas nem vilão deu as caras ainda, e nem deve aparecer no próximo que é um especial pelos 200 episódios da série.

Além de tudo que critiquei ainda senti falta da dupla Castiel e Crowley, sem Hannah para a viagem é claro.

THE BIG BANG THEORY 8X07 – The Misinterpretation Agitation: O melhor episódio da temporada até aqui. Tudo se encaixou, os personagens tiveram seu espaço e o Dr. Lorvis (Billy Bob Thornton) foi um achado e tanto para a série.

DR. JORVISComo a série não tem a melhor continuidade do universo, acredito que o drama do artigo sobre as cientistas mais sexys da história tenha terminado por ali. E Bernadette e Amy passem a borracha em tudo. Gostaria que isso permanecesse, uma relação arranhada aí pode render e dar o espaço merecido a Emily (namorada do Raj) que some por muitos episódios.

Penny dessa vez mostrou que mesmo trabalhando em outra ramo que não seja a Fábrica de Cheesecake ou Mundo da Arte, usa seu charme para aumentar as vendas, não é a toa que ficou tão empolgada com seu primeiro salário.

Ato esse que desperta o interesse amoroso de um médico urologia, solitário, que mora com a mãe (Howard não vendo que a carapuça já estava presa na sua cabeça com os comentários de Raj sobre ser parecido com o médico), tem um coleção de objetos nerds originais de seus pacientes do show business.

Sheldon e todos suas interações com o médico funcionaram muito bem, até Leonard me fez rir, o que é muito difícil. Que os roteiristas continuem seguindo esse modelo de roteiro até o final da temporada, onde alguém vai viajar para algum lugar e voltar no Season Premiere da 9ª temporada. Ou será que dessa vez, eles mudaram a mesmice?

LEONARD E CIAAMERICAN HORROR STORY 4X04 – Edward Mordrake – Parte 2: Um episódio sem toda a ação dos já clássicos especiais de Hallowen de AHS, e mesmo assim recheado de boas histórias. Conhecemos as estradas que levaram os coadjuvantes como Paul e Suzi ao Freak Show e não parou aí. Até Elsa teve que enfrentar o interrogatório de Edward Mordrake e só não foi para a vala com seu nariz empinado por Dandy e o Clown Killer também resolveram dar um espetáculo em pleno Halloween.

Descobrimos com a cantora e mãe do circo perdeu as pernas, um vídeo de snuff, onde as mesmas foram cortadas com uma serra elétrica, super macabro, no meio das duas guerras mundiais, numa casa de prostituição em Berlim. Onde qualquer tipo de fantasia sexual tinha o seu lugar. Só não entendi onde entra a tal Marlene dos recortes de jornais na história. Quem sabe uma história ainda a ser contata.

Outros personagens ficaram apagados com as gêmeas siamesas, Dell e sua esposa de três seios, Ethel nem apareceu na parte 2, os outros membros além de contar suas histórias receberam uma visita inesperada da população da cidade de Júpiter logo após Jimmy se tornar um herói.

O que poderia ser uma viagem arriscada pós toque de recolher, conectou o Homem com Mãos de Caranguejo e Esmerelda (que não parece tão ruim como foi vendida no episódio passado) ao espectáculo de dois palhaços. E a historia que poderia terminar um gigantesco banho de sangue com direito a magia de serrar pessoas. Terminou com um gosto doce.

CLOWN KILLEREdward Mordrake serviu de porta-voz do espectador para conhecer a história que levou o ingênuo palhaço ao assassino que conhecemos, que só queria libertar as crianças e diverti-las, como era antes dos boatos sobre suas perversões. Só que o lado negro que ele não admitia acabou sendo sua passagem para o Circo dos Mortos. Várias facadas e ele parte com a névoa esverdeada.

Dandy foge da polícia, pega o sorriso macabro e tesoura do assassino falecido e começa sua trilha de sangue matando Dora com um corte na garganta e gargalhando tenebrosamente com o seu feito. O que ele buscava para preencher seu marasmo era o gosto de sangue.

DANDYParece que essas quatro episódios fecharam um arco e outro irá se abrir com a boa receptividade das aberrações e Dandy como um novo palhaço assassino de Júpiter.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s