Resumo da obra – nº 35

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

HBO é assim, saiu Game of Thrones voltou True Blood para encerrar sua história de puro sangue e aqui no Você Vai Entender o princípio é o mesmo.

Com spoilers

Resumo da Obra

24 9×09: Cai na pegadinha da série, depois do meu review li outros sobre o episódio e muitos se contestaram a falta do cronômetro silencioso para marcar a morte de um personagem importante. Era apenas uma pista de que a série iria brincar conosco e continuou com o ponto de vista do sacrifício do Presidente Heller pelos olhos do Primeiro Ministro Inglês, Mark, Audrey e a CIA.

Margot cumpre sua promessa sem uma reviravolta do seu filho, por seu marido árabe, ela lança os drones no rio até que o filho descobre a artimanha do feed repetitivo e retoma o controle da última aeronave a lançando contra uma estação de trem por onde todos saiam de Londres.

Começa a correria para achar Margot e o filho com dobradinha de Jack e Kate contando sempre com a ajuda de Chloe, parando o impacto nos últimos segundos (clássico) só que com um bônus mãe e filho lançado pela janela pelo grande anti-herói americano chamado Jack Bauer. Isso sem chegar à metade do episódio.

JACK E MARGOT

Dispositivo a caminho da CIA entregue pessoalmente por Bauer, começa a trama 2, Navarro precisa levar o dispositivo de controle de qualquer defesa americana seguindo o especialista para Adrian Cross para conseguir a saída de fininho depois que seu disfarce for descoberto.

Como? Jordan de fato morreu, mas o detetive que era informante de Kate a leva a cena do crime e com ajuda de Jack descobre que o assassino morto era um Black Ops a serviço de Navarro. Correria pela CIA, Jack perde a pista de Navarro que irá se encontrar com o atual vilão, Adrian Cross.

ADRIAN E NAVARRO

Dois pequenos detalhes. Chloe não ajudou Kate e parece ter dado um adeus definitivo a sua parceria com Jack até saber que está literalmente dormindo com o inimigo e pelas falas de Adrian Cross há algum conhecido ou não por trás do roubo de informações dentro da CIA.

Seria apenas tramas para os três episódios finais ou um gancho para uma possível continuação de Live Another Day para que 24 Horas chegue ao 10º Ano.

True Blood – 7×01 Jesus Gone Be Here:  A série de vampiros que vale a pena volta para seu encerramento, começando onde parou com o  ataque dos Hep-Vamp (por causa da Hepatite V) para atacar Bons Temps. No meio do caos, temos Arlene, Holly, Nicole e um bando de figurantes sequestrados como fast food para os Hep-Vamp e Tara morta.

Tara tinha perdido força na série há algumas temporadas, ficando muito e muito chata, só que ao se tornar vampira na temporada passada tinha começado a melhorar e do nada aparecendo numa única cena no capítulo, já é dada como morta. O porquê do “dada com morta”, só sua mãe viu, ela pode ter forjado isso para deixar a cidade para trás e ir atrás de sua Maker e paixão atual Pam.

A mãe de Tara e o marido o reverendo da cidade continuam com destaque e trouxeram Willa protegida como uma filha para esse núcleo, já que a personagem perdeu toda sua família de sangue.

Pam que está em Marrakesh chegando a participar de uma roleta russa com balas de madeira contra um árabe fanático em troca de informações sobre o paradeiro de Eric, que ainda não deu as caras. Estranho essa ligação de cenas entre os Alpes e Eric em chamas e Pam no Marrocos. É seguir assistindo para entender.

PAM

De volta a Bons Temps, Sam sofre a resistência de um ex-candidato a prefeito e seu grupinho de vingadores vs. vampiros que só piora quando é visto se transformando em gente depois de ir atrás da esposa grávida se transformando num cachorro quando poderia ser qualquer animal “bem mais rápido”.

Grupo que leva um gigantesco fora de Violet que acaba defendendo Jason e em troca do macho perder para a garota na intimidação aos vigilantes, era oferece que o que procurava a muito tempo, sexo selvagem no meio da estrada.

Bill que voltou ao modo clássico com flashbacks do seu passado e tudo forma uma aliança forçado com o Xerife Andy Bellefeaur para resgatar as sequestradas até o momento sem sucesso. Jessica protege Adilyn de um Hep-Vamp, mostrando uma relação das duas que beira o sexual, além do clássico cheiro doce das fadas para os vampiros.

James, o namorado de Jessica em uma cena com teor romântico com Lafayette. Motivo revelado para a saída de Luke Grimes, o provável relacionamento homossexual entre os personagens.

Para o final deixo a repetitiva trama de Sookie que escuta os pensamentos sobre sua relação com os vampiros da cidade ser o estopim para os ataques das mais variadas criaturas e lê até os do atual marido, levando uma discussão que se resolve com sexo e um sermão honesto na Igreja da cidade que concluiu o episódio.

ELENCO TRUE BLOOD

Continua em breve.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s