Eu sei o que aconteceu no Verão Passado

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Sem Toriko, a dobradinha fica entre Fairy Tail que toda hora acelera e desacelera e Assassination Classroom que venceu o medo de um arco morno e trouxe gás para o que virá pela frente.

Com spoilers

Eu sei o que aconteceu no Verão Passado

ASSASSINATION CLASSROOM (referente aos capítulos 75 e 76): O foco no casal que poderia colocar a qualidade do mangá de volta a voga, não se estremeceu.

AC conseguiu dar a volta por cima com seu lado bem humorado, ao revelar de cara que a professora Vicu estava de fato apaixonada pelo professor Karasuma e não sabia como conquistá-lo e aceitar a ideia da classe E + Kurosensei a ajudando no processo que se mostrou uma missão de altíssima dificuldade pelos gostos do professor de Educação Física.

No final Vicu se rende ao ambiente criado pelos alunos, conta a história do seu primeiro assassinato para desarmar o professor Karasuma e indiretamente o beija e se confessa. O problema é que o mesmo é leso da cabeça e não entende a mensagem no ar.

AC 75Mudando da água para vinho e já fora da ilha. O cenário é Kurosensei chamando as pessoas para um festival no último dia das Férias de Verão. Em meio aos convites, ficamos sabendo sobre o professor Yukimura, o antecessor de Kurosensei, o que na hora me fez lembrar o primeiro capítulo e do motivo do mesmo em querer ensinar. Achei que era uma mulher, quem sabe era esse professor.

E para fechar o mestre de Irina é atacado pelo próprio Deus da Morte, mencionado anteriormente, ele finalmente se revela “parcialmente” nas páginas de AC.

AC 76Novas histórias vão surgindo, o prêmio que sobe para 30 bilhões de Ienes se o assassinato for realizado por um grupo; Itona e Shiro reaparecem; e alguém saindo da classe E, pelo sorriso apostaria em Karma.

FAIRY TAIL (referente ao capítulo 389): Era fácil prever que a luta dos dragões gêmeos com o chefe de fase atual só poderia ter dois caminhos: ser breve com a derrota da dupla ou durar poucas páginas e mudar de cenário para render. Mashima escolheu a opção 2.

FT 389-01Engraçado ter a explicação do porque do resgate de Minerva, com a carta enviada por Erza em capítulo antigo, não bastava à destruição de Magnolia por um monstro em forma de cubo para atrair a atenção de outras guildas. Será medo delas para com os inimigos?

Seguida de outra explicação, as 3 mil e não 2 mil como fora informado por Doranbolt vão extinguir a magia no continente, e no resto do mundo? Não há magia, ou ficará tudo bem. Por que é estranho esse plano de acabar com a magia só de uma parte. Podendo surgir novos “heróis” de outros continentes.

Keith é a arma suprema da Tartaros para trazer o ex-presidente traidor de volta à vida com seus poderes necromânticos e ativar todas as Faces remotamente. Um erro de Marde Guille contar isso a Erza que sai da batalha com Minerva, Fro e Lector para dar um sacode no mago necromante.

E para o gran finale. Quem usava aquele rosto e voz no passado de Gray e hoje é conhecido como Silver da Tartaros? Esse mistério de pai e filho tem se alongado tanto, espero um bônus nessa história do que uma versão simples como parece que estamos caminhando para chegar.

FT 389-03Até a próxima.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s