Resumo da obra – nº 33

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Enquanto Game of Thrones se concentrou num só núcleo essa semana alterando a dinâmica da série e do review consequentemente, 24 Horas não perde o fôlego e apresenta de longe a melhor hora dessa temporada.

Com spoilers

Resumo da Obra

24 – 9×07:  Sem abrir um leque de tramas além das apresentadas até aqui afunilando a história para a segunda metade da temporada, o episódio começa com Jack Bauer se impondo ao MI5, recuperando Kate para continuar sua missão e libertando seu associado. Enquanto isso Chloe é alertada que estava em perigo e muda do centro de dados da Open Cell para um pub qualquer com a mesma conexão e recursos.

Jack e Kate chegam ao hospital onde Simone está viva e até bem para quem foi atropelada, só que os enfermeiros sempre dão aquele mole e avisam Margot do estado da filha, o que a mãe protetora faz? Manda um dos seus assassinos com jeitão de terrorista clássico ir ao hospital descobrir se a polícia sabe sobre Simone.

Kate consegue tirar um relatório completo de Yasmim sobre a morte da mãe, o aviso de Simone e a corrida, menciona seu sobrenome falso e o tio Naavid (que Alá o tenha). Enquanto o assassino escuta de Kate no telefone exatamente o que precisava e o plano se altera para vamos destruir o hospital com os drones para Simone não abrir o bico.

Ela não iria abrir resistiu a tortura nível 1 de Jack com seu dedo cortado e voltou a cair no sono (devido aos medicamentos) tomados, só que o terrorista dá mole de novo, morre para os seguranças, mas seu celular deixa uma mensagem para evacuar o local em 8 minutos, somando 1+1, Jack liga isso aos drones e num modo de Flash o hospital é praticamente evacuado em pouquíssimo tempo.

SIMONE AL-HARAZI

Explosão a marte, os danos com pessoas sem braços e enfermeiros queimados é muito bem feito, muito melhor que o primeiro ataque a CIA que só tinha destroços.

Simone está sendo levada para a enfermaria da CIA por Kate e Jack vai se encontrar com o presidente, que agora que todo o governo inglês sabe de sua condição avisou a população dos riscos e ele mesmo optou por renunciar após a crise e pior se “render” a Margot para que o estrago não seja maior.

Lembrando que entre essas cenas outros quatro mísseis foram arremessados no caro de Jack, Kate e Simone, com o melhor zoom da interface americana de drones pode oferecer e a sorte de Ray Man de Jack para evitar a morte a cada segundo.

EXPLOSÕES

Enquanto isso, diplomata russo revela a Mark que sabe da falsificação e que deseja a custódia de Jack Bauer custe o que custar, Navarro manda Jordan para uma armadilha, mas o analista dá uma de Jack Bauer e nada com um tiro no ombro escapando da morte só para revelar o traidor na CIA.

E falando em traidores o mandante da história do marido de Kate não é um rosto novo na série e sim Adrian Cross, o líder da Open Cell, era por isso que ele estava sabotando Jack como podia com medo do melhor caçador de terroristas da história da América e além descobrir seu real papel nisso tudo.

Papel que não está claro. Ainda não sabemos se o presidente irá se render. Se sim será agora a tal passagem de tempo? Contando segundos para o próximo episódio.

GoT – 4×09 – The Watchers on the Wall:  A trama começa no ponto mais alto da Muralha onde Sam e John estão sobre ordens de Allister Thorne de fazer a vigília noturna com a chegada dos selvagens, vendo um Sam cansado, John fica sozinho ali e Sam acaba tendo uma conversa sobre dever e amor com o Meistre Aemon um dos Targaryen que ao vestir o negro abandonou sua família e sumiu dos olhos cobiçosos dos jogadores do trono.

Ygritte próxima a Muralha desafia o Magnar de Thenn ao dizer John Snow é dela, não só no sentido carnal e sim de calvário, a Beijada pelo Fogo quer matar pessoalmente o corvo que a traiu. Passando próximo ao grupo de selvagens surge Gilly com seu bebê, recebendo ordens de Sam, Pyp é obrigado a deixá-la a entrar no Castelo Negro.

Logo depois de escondê-la na dispensa a fogueira que iluminaria ambos os lados da Muralha e pareceria dia é acesa, começa a invasão da Muralha. Todos precisam pegar em armas, covardes como Janos Slynt se escondem na dispensa. Allister Thorne mostra um lado humano ao pedir o esforço de John Snow, que continuaria sua contenda de amor e ódio se sobrevivesse à luta. Fiquei na dúvida de sua morte, quando o arrastaram da batalha ainda estava vivo.

Até Sam lutou com bravura, matando um dos selvagens com uma besta após a própria Ygritte dar o fim a história do companheiro Pyp com uma flecha na garganta. Um pouco antes de ela mesma encontrar seu fim ao hesitar por um segundo acertar seu amado, e ser alvejada no coração pelo garoto que a viu no massacre de sua vila. Um outro casal se desfaz antes mesmo do inverno chegar, é assim e sempre será em Westeros.

JOHN E YGRITTE

Tormund cai com vários mortos nas costas, flechas presas ao corpo, mas é acorrentado ao invés de assassinado por ordens de John, que parece o líder por mérito com as baixas ou covardias da batalha em si.

Estratégias de guerra bem feitas, como a Ceifeira cortando os escaladores, barris de óleo e flechas de fogo que matam um Mamute que poderia colocar o portão da Muralha abaixo, um gigante em ódio pela morte do irmão abre o portão com sua força sobre humana, porém é parado por um destacamento de seis patrulheiros incluindo Grenn que terminam sua vigília com o sempre simbólico juramento dos Patrulheiros da Noite.

GIGANTE

Vitória na batalha, mas não na guerra, John Snow resolve servir de boi de piranha na tentativa de se aproximar de Mance Ryder e tirar a vida do Rei para Lá da Muralha. Uma decisão arriscada, embora o mesmo acredite que não tem mais nada a perder.

Só que essa parte só continua em breve.

Gostei de como foi coreografada toda a batalha, dos efeitos especiais, das mortes, a do Magnar com um martelo de forja na cabeça no confronto com John é épica e do arqueiro que leva uma flechada do gigante e voa centenas de metros entrou para o longo Hall da Série.

Fora isso achei que faltou algo no episódio, uma conclusão imediata como foi em Black Water, parece que deixamos de ver Tyrion e os demais personagens por um trecho importante, embora sem o desfecho adequado.

Continua em breve.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s