Resumo da obra – nº 28

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Marvel – Agents of S.H.I.E.L.D continua no topo por não deixar a bola cair desde que começou a fazer suas embaixadinhas lá no 1×11.  Game of Thrones e Supernatural veem fazendo o papel de acompanhantes na sessão semanal, mas que terão sua chance de brilhar, porque é exatamente MAoS a primeira a se despedir na semana que vem.

Com spoilers

Resumo da Obra

 

Marvel – Agents of S.H.I.E.L.D 1X21 Ragtag: Primeiro de tudo um Viva, a ABC acabou de renovar MAoS para a segunda temporada, mais do que justo depois desse up que a série recebeu após o episódio 1×11 que só foi melhorando.

Não tivemos menção à gravação que Coulson viu sobre ele ser o responsável do projeto Tahiti ou os perigos que Skye pode correr por ter recebido a mesma droga sem a alteração na memória que garantia que o alvo do medicamento não tivesse sequelas, mas com uma nova temporada a própria história da Skye que se desenvolveu numa outra vertente em Ragtag terá tempo de tela para ser devidamente explorada.

Num flashback que ocupou algumas cenas do episódio ficamos sabendo que Ward realmente não era o garoto assustado por ter jogado alguém no poço em episódios passados, afinal ele começou a receber a orientação de Garret quando estava num reformatório por ter incendiado uma casa com um dos seus irmãos dentro. Seus pais iam indicá-lo para ser julgado como um adulto, quando ele foi removido do lugar e colocado num intenso treinamento de sobrevivência com um cão de caça chamado Buddy.

Buddy

Forçado a aprender na raça a lutar pela própria vida, ele debandou para o crime roubando de pessoas em chalés onde estava, até que Garret voltasse para lições de tiro e contar sobre quando foi abandonado pela S.H.I.E.L.D a própria sorte para morrer, descobrindo depois na HYDRA uma chance de quebrar a agência que lhe virou as costas e uma postura que admirava num suporte, sem leis e sem fraquezas.

Ward entra para S.H.I.E.L.D por indicação de Garret, mas precisa matar o seu cachorro num contraponto com o momento do episódio onde declarando gostar de Fitz-Simmons arremessa o cubo onde estavam trancados no Oceano, uma fraqueza que precisaria anular.

Ligando esses fatos, Skye revela sobre o Trojan que colocou no HD com as informações da equipe que foi obrigada a entregar a HYDRA e que sem tempo precisa inserir um pendrive em qualquer computador da organização para espalhar o vírus.

Uma rápida passagem pela Cybertek que se destaca com um dos braços dos vilões revela que Garret foi o primeiro Deathlok (por isso suas partes metálicas) utilizando o Soro da Centopéia para sobreviver e aguardando a GH 325 para regenerar seus órgãos danificados antes que partisse.

Cybertek

Com os arquivos eles descobrem a base do inimigo em Cuba, se dividem de forma errônea para variar, deixando os mais vulneráveis sozinhos para serem jogados ao mar por Ward, não sem antes usar os gadgets do avô de Tripplet para fritar os mecanismos de Garret que recebe a dose única da droga e vê o Universo. O que seria isso?

O resto da equipe encontra um computador, mas são parados por um grupo de super soldados armados inclusive com o Bastão do Berserk. Trabalho para May e Tripplet.

Numa cena reveladora, Raina brinca com os sentimentos de Ward por Skye ao descobrir o verdadeiro interesse de Garret na sua pesquisa/trabalho e revela que a mesma pode ser filha de monstros.

Como assim? Ninguém se questionou o fato dela usar a palavra “monstro” Seriam aliens?

Muita ação, perguntas e respostas para o Season Finale e a próxima temporada (que alegria de escrever isso).

Game of Thrones 4×05 – First of His Name: Episódio ainda mais lento que o 4×04, e nem por isso ruim.

Dessa vez os tempos em tela de todos os núcleos foram menores, sem o devido destaque a um deles.

Em Porto Real tivemos a coroação do Rei Tommen, uma conversa entre Cersei e Margaery  que mostra outra faceta da rainha com a morte de seu primogênito, ou seria só um truque de Cersei para ganhar a confiança daquela que será esposa de um seus filhos, de um jeito ou de outro.

Oberyn também apareceu em cena com a rainha regente conversando sobre os sonhos de Myrcella e o treinamento que a princesa dos Sete Reinos tem em Dorne longe da mãe. Novamente um texto faz referências às várias filhas bastardas do príncipe dornês.

Tywin ainda acrescenta que a Casa Lannister não tem mais o dinheiro que se imagina, suas minas secaram há três anos e a aliança com os Tyrell é importante porque é a chance de pagarem sua dívida com o Banco de Ferro de Westeros.

Mindinho e Sansa chegam ao Ninho de Águia e sua tia que parece estar disposta a protegê-la dos Lannister, apressa seu casamento com Petyr Baelish e durante uma conversa revela que foi por ordem de seu grande amor que matou Jon Arryn envenenado e mandou a carta acusando os Lannister para sua irmã mais nova Catelyn Stark.

Lisa Tully

Tudo muda de figura quando a exótica Senhora do Vale fica questionando os motivos de Petyr proteger Sansa das garras dos leões de Porto Real quando revela seu lado perverso.

Em Meereen Daenrys descobre que as cidades que libertou já estão nas mãos de novos ditadores e mesmo com os acontecimentos da morte de Joffrey e o enfraquecimento do atual reinado Lannister/Baratheon resolve governar de fato a última cidade tomada, se afastando de seu destino como a última dos Targaeryn.

Na Muralha, Bran e seu grupo passam por maus bocados e quase trocam de sequestrador quando Locke encontra os prisioneiros e esconde de Jon Snow, só que o garoto troca-peles controla Hodor e quebra o pescoço do traidor dos Patrulheiros, perdendo a chance de ficar ao lado do irmão para continuar sua missão.

Vidente Verde

Jon vence a revolta dos rebeldes na fortaleza de Craster com algumas baixas, e prova ser um ótimo líder, as mulheres resolvem se defender sozinhas e queimam seu cativeiro por muitos anos numa cena emblemática após o retorno de Fantasma para seu dono.

O julgamento e a invasão a Muralha, eventos que devem nortear os próximos episódios se aproximam e são as únicas histórias com certa urgência.

Supernatural 9×21 – The King of the Damned: Enquanto comemorei a renovação de MAoS, posso também agradecer a CW que viu o sinal de flop no ar e cancelou a produção de Supernatural: Bloodlines.

O primeiro episódio da trinca que fechará essa temporada, que começou tão bem, caiu, voltou ao topo e deslizou montanha abaixo nessa metade final, não foi tão bom quanto o 8×21 que soube trabalhar melhor a história a ser encerrada com a apresentação do grande vilão que restou: Metraton.

O chamado de Castiel para interrogar um anjo que se dizia das forças terrestres foi à conexão com o spin-off. O que poderia ser uma sessão de tortura se tornou uma cena engraçada onde o tal anjo conta do Exército Especial, do portal usado para ir ao céu que não era rastreado por ser móvel e culminou com sua morte e a certeza que havia um infiltrado.

Sam conta detalhes do tempo que foi possuído por Gadreel e a sensação que ele se sentia incompreendido, levando Castiel a chamar o anjo para convencê-lo que estava do lado errado, que tinha um bom coração e poderia ser redimir. Resta a ver aonde essa trama irá com os dois episódios, por aqui ficou só nisso.

CASTIEL E GADREEL

O filho de Crowley, Gavin, já usado como moeda de troca outras vezes durante a série é resgatado do passado por Abaddon em negociata ao Rei do Inferno. Por que ela não usou isso para matar Crowley ou os Winchesters?

O demônio da fumaça vermelha acaba se rendendo aos seus sentimentos pelo filho só que aproveita de seus segredos com Dean para avisar da armadilha. Com a First Blade, o mais velho dos Winchesters isola o irmão que poderia ser uma fraqueza e revelando a força absoluta do artefato mata a última dos Cavaleiros do Inferno. Achei a cena muito boa, mas cedo para que um personagem desses saísse da série, e muito fácil, ou ela não poderia fugir como Crowley sempre faz.

ABADDON DEATH

O ponto chave desse episódio está no seu início e fim, Gavin, acho que o fato dele ter ficado no presente pode sim gerar o efeito Borboleta que Sam disse e ser a trama da 10ª temporada, afinal o inferno agora só tem um rei e Crowley não parece que vai ser morto pelos Winchesters que perderam a última oportunidade por sua “lealdade” e com dois episódios só para isso acho que o embate Castiel x Metraton também se encerará.

Aguardemos a continuação em breve.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s