RPG online – O nascimento das “lendas”

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Voltando a assuntos corriqueiros do 2ic ou sobre minhas experiências online, hoje vou aproveitar o último tema e cumprir uma promessa de continuar uma história louca que contei aqui a respeito de um personagem que é uma “Alabarda”.

Lendas RPG

Na última matéria do 2ic online sem ser o resumo da assim chamada Season 2, mencionei da questão dos jogadores que fizeram fichas para a Season 3 e desapareceram e os pretendentes a vagas. Nenhum dos dois casos deu certo, os dois envolvendo uma importante ferramenta no RPG – o Histórico.

Só para lembrar no primeiro caso o jogador queria pular essa parte sem escrever uma linha. Por mais que usem o recurso de Amnésia na ficha, que é um Ponto Negativo de SIF, o sistema próprio que uso online, gosto que a pessoa escreva ou como perdeu a memória ou que se lembra para dar um primeiro passo e ideias para o mestre explorar, de livro em branco eu fico com Yu Yu Hakusho.

PS.: O nome Yu Yu Hakusho significa em português: "O Livro em Branco do Poltergeist"

YU YU

O segundo jogador escreveu uma história curta e boa, quando estava tudo preparado para que ele fosse introduzido na trama, veio com outra história maior, mas que dificultava ele ter um presente ou passado na aventura e botava por terra o que tinha feito. Resultado final nenhum dos dois entrou.

Há duas semanas um novato entrou na sala, nunca tinha jogado RPG, tinha feito só uma ficha no 2ic e por uma grata experiência já superou 4 dos jogadores desertores em aventura e tem mostrado interesse e um excelente desempenho. Mostrando que casos excepcionais do passado que já mencionei aqui podem ter um reboot, como é o caso do cinema americano.

Agora focando no assunto em si. Histórico. Dessa vez vou ter de misturar o RPG de mesa com online para chegar onde desejo e contar a bendita história do personagem “Alabarda”.

Como falei o histórico é uma ferramenta dos jogadores para dar um ideia ao mestre do porquê fazer aquele determinado personagem, o que ele deseja com sua evolução, seus objetivos, só que nem sempre os rpgistas o veem com bons olhos, alguns tem preguiça mesmo de escrever uma linha sequer e soltam clássicos como “deixo tudo em suas mãos”, e sempre questionam depois o que eu inventei para eles. Sem critério ou argumento, afinal tiveram a oportunidade de criar e deixaram para lá.

No RPG online desde a Season 2 exijo um histórico para avaliação dos jogadores novos e para ter ideia do caminho dos personagens recentes dos antigos.  Aqui tive poucos exemplos de jogadores que aproveitam o histórico para se tornar lendas, tentar adquirir itens mágicos, ser filhos de deuses, etc, no RPG de mesa já tive as mais diversas experiências.

LIVROS GIGANTESCOS

Na minha última campanha de SIF de mesa, que é contada nas matérias “Um novo pergaminho na história de Inpergoh”, os históricos em si foram quase nulos, um dos jogadores simplesmente disse vou colocar alguns Pontos Negativos a mais na ficha e deixar a explicação desses e quem sabe outros para você, me surpreenda. E olha que ele me conhece. Criei um NPC que era parte da sua essência, sua sabedoria na forma de um bárbaro um pouco culto demais, enquanto ele é um ranger/bárbaro típico. E criei um background junto a outros dois personagens, um deles que também não entregou nada de história e outro que tinha Amnésia, mas escreveu a introdução que mencionei aqui.

Agora vou fazer um top 3 pegando as histórias mais curiosas das três campanhas.

3) Morgana (Season 1): Inspirada por jogos e filmes, Dani Senna, jogadora da primeira campanha criou uma história onde ela foi amaldiçoada quando mais jovem por marcas no corpo que cresciam e durante a noite davam pesadelos e um efeito de dor. Quando as marcas tomassem todo seu corpo ela morreria. Lendo assim nem parece tão original, mas vou pegar um parágrafo escrito pela própria Dani de como seria esse seu momento final se e/ou quando acontece.

“Estava pesquisando mais sobre a maldição que eu baseei a maldição da Morgana e descobri que se chama Tattooed Priestess que significa Sacerdotisas Marcadas ou Tatuadas.

O ritual final, que ocorre quando a Sacerdotisa foi coberta completamente pela tatuagem se chama Rito das Estacas onde quatro meninas ainda crianças treinadas deitam a Sacerdotisa em cima de placa de madeira nua, com um pano branco a cobrir um pouco do corpo dela. (Dos seios ao quadril) E então cada menina puxa um membro da Sacerdotisa.

Mãos e pés. elas seguram em suas mãos estacas grandes de madeira e um martelo de madeira e cantam uma canção que invoca a tatuagem da Sacerdotisa que aparece e cobre o corpo dela todo, até o branco dos olhos. e então nesse momento as meninas martelam uma estaca em cada membro e a Sacerdotisa e colocada para dormir eternamente, levando todo o mal da humanidade.

As meninas são chamadas de Handmaiden’s elas já estão mortas morreram bem cedo e ficam aparecendo de vez em quando no decorrer da história para assombrar a amaldiçoada mas elas só aparecem de verdade no final para executar o último ritual que é o ritual das estacas uma estaca em cada membro, que é o mais interessante e elas podiam ser invocadas essas Handmaiden’s pelo antagonista ou o personagem que me amaldiçoou não sei.”

MEIO-ELEMENTAL DA ÁGUA

2) Arthlong/Kratos (Season 2): Um poderoso mago derrotava exércitos com sua magia, ao chegar numa cidade para mais um tomada um ritual começa a ser realizado para prender sua alma numa rocha, só que por algum elo desconhecido, sua alma acaba se conectando ao do ferreiro/soldado Arthlong.

Assim surge Arthlong/Kratos. Um ferreiro bondoso que no passado viu sua família morrer num acidente e vendeu sua alma para trazê-los de volta, saindo do exército que fazia parte e se unindo ao seu amigo o clérigo/mago Leon em busca da lendária Demonslayer para matar o demônio antes que buscasse sua alma.

Kratos, um mago que para atingir novamente o ápice de seu poder precisava achar o seu corpo que sumiu misteriosamente quando seu antigo exército e criaturas foram derrotados ou mortos. Por mais que quisessem ser independentes o ritual que ligou suas almas o impediam simplesmente se separar sem que ambos morressem, uma aliança mútuas com objetivos distintos. Onde nem sempre a contraparte tinha ciência do que acontecia quando o outro tomava o controle.

Um excelente plot para ser desenvolvido durante a aventura, com os mesmos atuando de lado diferentes numa guerra entre anjos e demônios.

MAGO DAS SOMBRAS

3) Kan Feroce (Season 3): Um reino distante, para fortalecer suas defesas, o rei resolve fazer uma aliança com o Reino do Sol, esse reino era conhecido como Reino do Sangue, ambos tinham esses nomes por cultuar as respectivas divindades patronas.

O irmão do rei era contra a possível aliança, achando que sozinho podia enfrentar qualquer tipo de inimigos e vendo um inimigo tomando conta de terrenos perigosos, numa decisão estratégia ele mata seu irmão (Caim e Abel feelings) para impedir a aliança e é caçado como um traidor, antes de morrer faz um ritual de sangue, dando liberdade ao Deus do Sangue, seu patrono e prendendo o Avatar do Sangue em sua Alabarda juntamente com sua alma.

Muito tempo se passa e uma Makkyn-na, um espécie de construto com consciência encontra a alabarda, a mesma desperta o Kan adormecido que se une com a Makkyn-na para ter um corpo de volta. Só que a Makkyn-na era apenas uma forma de comunicação com o novo mundo que passou a conhecer, o personagem de fato não era a Makkyn-na e sim a Alabarda, que se tomada por outra pessoa podia controlá-la com a magia do seu mundo.

Uma história que dá trabalho para o jogador que a construiu e todas as nuances de ter um personagem sem voz ou corpo em determinados momentos, e para o mestre que precisa se desdobrar às vezes para conseguir conduzir uma personalidade tão complexa junto a sua história principal.

É até interessante porque numa das últimas aventuras que mestrei, ele teve a oportunidade de voltar ao seu mundo e descobrir o que aconteceu após a sua “morte”, vou deixar essa história para outro momento.

Alabarda

Aí estão históricos onde os jogadores deixaram a imaginação fluir para criar uma grande obra que se chama Aventuras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s