RPG – Hora do Teste – Parte 24

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Depois de uma longa pausa, os testes continuam. A pausa mencionada foi aqui no site, com as matérias de RPG na nova divisão. Porque os testes continuam na segunda parte da etapa 2 mesclando os novos personagens feitos pelo jogador e os nove antigos apresentados aqui nas matérias.

HORA DO TESTE 24

Na cidade de Physicalia os três grupos voltam a se dividir para procurar ou barganhar itens que valeriam pontos para se trocados pelo bracelete. No final tive um problema técnico na contagem dos pontos, porque um jogador em questão comprou 600 clavas para uma ideia de armar um exército para algo que surgiu paralelamente a quest do bracelete.

Só que no final a contagem dos itens tinham pontos fixos e não pensei que 600 itens no caso contariam 600 vezes o número de pontos ou não. Lembrando que eram itens de custo baixo, 1 moeda de ouro e poderiam facilmente quebrar toda a ideia do teste. Após analisar entre essa parte 6 e a 7 da etapa 1, considerei só uma vez os pontos e o vencedor em questão foi outro jogador.  Aos detalhes.

A primeira ideia é que cada jogador tivesse um turno para cada um dos seus personagens para andar pela cidade, escolher um lugar para procurar ou negociar itens e fim. Achei que seria muito simples e resolvi estender para 1 dia para cada pessoa, o que causou dois efeitos. Primeiro só contava tempo em certos lugares ou passar de áreas demarcadas no mapa da cidade, eram 4 áreas, cada uma gastava 1 hora, mas se a pessoa ficasse andando dentro da mesma hora não consumia o tempo. Primeiro efeito negativo.

O segundo efeito é que os jogadores que iam primeiros no lugar x sabiam o que tinha lá para ser feito ou para procurar, porque os itens resetavam, dando a oportunidade de todos encontrarem. E o looping era pior, por que ao trocar de personagem o jogador ia aos objetos que presumia que poderia valer mais pontos e pegava dois ou três deles.

FEIRA

Vendo todas essas questões acabei alterando para 1 dia para o grupo de três personagens durante o teste. A única regra que vale é não matar, se para conseguir algo – por não ter dinheiro ou perícias para usar – ele precisar matar alguém, o personagem estará fora da contagem final de pontos e etc.

Grupo A – Anão Guerreiro, Halfling Paladino e Mago Elfo

O escolhido para começar procurando pelo jogador foi o mago elfo que chegou a cidade pelo sul, sua primeira parada foi o Salão de Festas onde usou sua magia de Furtividade Máxima para entrar sem pagar e lá dentro roubou uma Taça (500po) e Talheres (5po) saindo no lucro do lugar, mas sem saber o que valia em pontos.  Lembrando que nem tudo que valia muitas moedas de ouro tinha valor de pontos altos.

A próxima parada do mago foi uma das Academias da cidade que tinha uma promoção de uma aula de ginástica por 5 moedas com duração de 2 horas, com muito tempo ainda, o jogador resolveu fazer a aula para ver no que dava e ganhou um ticket prateado.

Dali ele foi à prefeitura da cidade, diferente de outros jogadores ele só procurou pelo lugar, não ia roubar num lugar como esse e encontrou uma Coroa Quebrada. Terminado sua jornada com 10 horas sobrando no Templo de Guzzler, onde achou um símbolo sagrado de ouro.

COROA QUEBRADA

O bastão agora era passado ao Halfling Paladino que segue para o Salão de Festas paga para entrar dessa vez 25 moedas com direito a refeições e bebida de graça, um prato cheio para o Halfling que la dentro começou a estocar comida e vendo a ganância no lugar usou um dos seus poderes divinos para sugar o dinheiro de todos ali por seu deus Nordeaur, criando uma comoção, fuga e o fechamento do lugar por algumas horas.

Fugindo para longe ele chega ao cemitério local onde acha um Crânio Rubro. Que se somam a Colher de Ouro do Restaurante onde almoça com o dinheiro conquistado. E também ao ticket prateado da Academia e a Coroa da prefeitura. Como disse sabendo onde procurar, os jogadores voltaram ao lugar, estratégia ou erro meu. De qualquer jeito parece que deu certo. Afinal o grupo A saiu vencedor.

CRÂNIO RUBRO

E ainda restavam 5 horas para o Anão Guerreiro que só conseguiu malhar e adquirir um terceiro ticket.

Falo da pontuação dos itens no final.

Grupo B – Ranger Humano, Meio-Elemental da Luz Padre e Bardo Serenge Galla

Com uma estratégia diferente o segundo jogador em questão começou jogando com o Padre passando pelo comércio da cidade e trocando alguns itens que possuía por outros. Afinal só o que conseguia na cidade valia pontos e ele não podia carregar ouro por ser Wu Jen o que dificultava comprar e roubar estava fora de cogitação. Entre suas trocas tivemos Pimenta, uma lança curta, uma Alabarda, Kit Disfarce e dois Instrumentos de Ladinos, mas pelo custo de troca e não para usar, um Banquete o que acabou o levando ao Salão de Festas antes que o Halfling o fechasse, já que os turnos eram paralelos e lá o Padre ganhou um Ingresso Vip para o lugar e como ficou até o final da festa ganhou um ticket dourado.

TICKET DOURADO

Só nesse momento que passou o bastão para o Bardo que resolveu ter uma audiência com o prefeito e ficou esperando, deixando as últimas horas para o Ranger que estava longe de tudo e só conseguiu achar a Coroa Quebrada próximo a prefeitura.

Grupo C – Lobisomem Escudeiro, Clérigo de S. Sparrow MaDon e Ladino Camaleão

Nesse terceiro turno começamos com o Lobisomem que foi visitar o prefeito e ofereceu ajudar no treinamento das defesas da cidade de uma área pobre, pegando as pessoas que estavam em necessidade e não tinham apoio do lugar, por que antigamente eram um grupo de bandidos e treiná-los segundo os preceitos da sua ordem de Cavalaria, para isso que o personagem comprou 600 clavas, com exceção das armas ele nas suas 17 horas aguardando o prefeito só conseguiu achar um Anel de valor 5 moedas e treinar na Academia e receber o Ticket de Prata.

O ladino fez o que sabia e saiu roubando a Academia de maior status da cidade e Casa da Moeda local, só como disse mesmo com muito dinheiro no bolso, o que isso valia eram dois itens e portanto só 2pts. na contagem final.

Restando a parte restante ao clérigo que só andou pela cidade e consumiu as últimas 3 horas do tempo limite.

Conclusão

Como eu disse as estratégias diferentes devido ao tempo maior acabou priorizando quem buscou por mais lugares e pegou mais itens, mesmo repetindo ideias com personagens do grupo, porque isso não era proibido nas regras.

A contagem de pontos final:

– Qualquer objeto de vestuário e refeição vale 1 pt. no final

– Equipamento para aventurar-se (vale 5pts.)

– Kits (valem 10pts)

– Crânio rubro (vale 25pts.)

– Símbolo Sagrado de ouro (vale 50pts.)

– Ticket prateado (vale 100pts.)

– Ticket dourado (vale 200pts.)

– Coroa quebrada (valor varia, role 1d8 – 1 (1pt), 2 (5pts.), 3 (10pts.), 4 (25pts), 5 (50pts.), 6 (100pts.), 7 (200pts.) e 8 (500pts.)

Com esses detalhes a pontuação final ficou o Grupo C com 112 pts. Sendo 100 só do ticket prateado. O Grupo B com 348 pts (200 pts. do Ticket Dourado e 100pts. da sua Coroa Quebrada (ele deu sorte na rolagem do 1d8) e o Grupo A com 530 pts. (3 tickets prateados + 100pts.  da sua Coroa Quebrada e 50pts. do  Símbolo Sagrado de Ouro).

BRACELETE MÁGICO

E foi esse grupo que teria o Bracelete para a parte 7 que encerra a Etapa 1 dos Testes. Que os mesmos prossigam.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s