RPG online – Encontros (e não é o programa da Fátima)

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

É chegada a hora  na aventura depois de longas semanas de todos os personagens finalmente se encontrarem no mesmo lugar, o que por força maior – digo os jogadores e suas escolhas inesperadas – não quer dizer que eles ficaram juntos com um só turno para confudir a partir daqui.

Encontros

Dubhe e Nathan teleportavam com a chave de vidro que o bardo dobrador de papéis tinha para Hanes e se encontravam com Mugen, Abraão, o monge e Sasaki, juntos resolvem procurar alguém que saiba mais do desaparecido, só que seu destino é distante. Por sorte agora com a “chave mágica” de Nathan era possível ir até o porto em Yunkumo e encontrar a antiga torre de Juren Lei, agora o lar do grupo de busca extra-oficial formado por Akim Yerik.

Grifo dourado no lugar do bebê

O garoto que surgiu num trem coberto com a manta com o símbolo da ordem chamado Bielpolter, um grupo lendário que tinha poderes quase divinos, ainda como bebê ele foi criado por várias famílias e orfanatos e se tornou um guerreiro, já na adolescência ficou curioso com sua origem e ainda mais com os desaparecimentos, reunindo um grupo de pessoas muito mais sábias que ele ao seu redor.

Tal grupo era formado Rickmond – um soldado da Guarda Baixa de Sfelt e manipulador do elemento fogo; Gilan – irmão de criação de Rickmond, um guerreiro do gelo; Shimogawa – MaDon do continente oriental que ajudou Rhyfel quando ainda era um jovem guerreio treinando no deserto; Pietro – um padre Makkyn-na devoto de Gamla e Golwen – um mago elfo capaz de manipular a Esfera de Plantas, magia que tinha surgido no mundo após a abertura dos portões das Memórias Perdidas.

MAGO DE ESFERAS DE PLANTAS

Akim e Pietro são mais receptivos ao grupo que seus companheiros e depois de troca de informações resolve fazer um acordo os enviando a Gaetano para procurar pistas num cemitério onde foi encontrado o mesmo símbolo do “portão” que foi visto onde Akim foi deixado em Farhzeug.

O grupo segue para lá, onde acaba preso sem teleporte, quando Nathan some também e sua chave se quebra. Eles investigam o lugar, um caixão vazio, aberto por dentro e com o símbolo do “portão” e seguem numa longa viagem até a cidade de Chateau Plaza procurando por Serena, Anya e Joseph.

O trio já se encontrava na cidade procurando pelo elfo e o irmãos cantores que Serena mencionavam e se deparavam com uma casa com ilustrações de Dubhé feitas por Finnias e mencionando as habilidades que ela não tinha e não despertou. Num confronto entre Finnias e o grupo, surge os três discípulos do Deus Negro: o Mago das Sombras, a Criança e Mil Faces e despertam o primeiro pilar, destruindo a casa, contaminando Joseph, já que Serena conseguiu proteger Anya e devastando a cidade.

Pilar Negro

No mesmo instante que Aztaroth e Kratos dominando Arthlong chegavam aqui cada um com sua missão.

Que serão detalhadas sobre outro ponto de visto na continuação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s