Um novo pergaminho na história de Inpergoh – Choque de informações

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Ahstan começa a entender como conheceu sobre os cális e o caminho que o levou ao encontro de Claire, enquanto isso do lado de fora de Paikkhan, Maynard Smith se torna um monstro que carrega uma nova doença mutante.

pergaminho RPG

Plano do Ar

Ahstan e o grupo do Plano do Ar finalmente chegam à primeira plataforma de pedra. O grupo vai ao encontro do que parece uma esfera de ar que está na plataforma quando começam a flutuar.

Os movimentos ficam desajeitados e o grupo começa a sentir uma gravidade cada vez menor aumentando a distância entre a esfera na plataforma.  Depois de um tempo eles são soltos diretamente na plataforma ao custo do sumiço de Gael, o suoen que era um das mascotes de Zephaniah.

O druida envia Morrigane, seu corvo para verificar o paradeiro de Gael, enquanto pegam a primeira esfera de ar que gira rápido sobre a Tocha com o símbolo do Cristal de Gelo.

Ainda sem o retorno de Morrigane. Zephaniah, Ahstan, Seth, Claire, Bresinger e a serpente Slane seguem para a próxima plataforma, lá todos ficam mudos e no começam a surgir palavras à primeira é sangue e o mago Seth golfa sangue, depois é Claire que é cometida por um forte dor, Ahstan começa a cair em direção à plataforma. Nisso Zephaniah consegue usar seus poderes sob os elementos para trazer a esfera de ar para a tocha com o símbolo da Rocha e “desarmar” a armadilha mágica local, libertando seus companheiros.

Na terceira plataforma o grupo todo é envolto por um escudo de ar que diminui o oxigênio local. Já os levando para o último estágio de sufocamento. Quando o ar no corpo depende só da resistência física.

Novamente é Zephaniah com seu Corpo de Sombras que é o único que pode ajudar os companheiros, compartilhando sua habilidade com os colegas e recuperando a terceira esfera de ar na tocha com o símbolo de Chamas.

Antes de chegarem à quarta plataforma Morrigane volta explicando ao druida que Gael está num cela de pedra guardado por uma entidade invisível de imenso poder que o corvo achou por melhor não desafiar. O mesmo se encontra numa das 5 plataformas. Então é seguir caminho.

Penúltima plataforma um forte vento empurra o grupo para longe, eles usam suas habilidades de voo ou tentam se agarrar sendo cortados pelo que parecem ser várias lâminas, resistindo sem ser levado pelo vento conseguem mais uma esfera de ar na tocha com o símbolo da esfera branco-preta.

Finalmente eles chegam à última plataforma e reencontram Gael preso. Zephaniah tenta libertá-lo quando começam a serem atacados por fortes ventos, relâmpagos, baixo oxigênio, garras invisíveis e um inimigo que Morrigane tinha adiantado existir. Um pássaro invisível, o grande guardião dessa parte do Plano do Ar.

Ave invisível

Os raios eletrificam os alvos que sofrem ainda mais dano de uma habilidade especifica do inimigo que ativa a eletricidade no corpo dos seus inimigos.

A batalha contra o pássaro é uma das mais difíceis que o grupo já teve, Bresinger e Seth tombam, Morrigane e Slane tentam assegurar que Gael não sofra os efeitos do pássaro e Zephaniah e Ahstan lutam contra o inimigo invisível. O cális amarelo usa seus poderes mortais e mesmo assim o pássaro não cai, sendo duro na queda. Uma ação conjunta dos Sétimos Filhos derrota o Pássaro sônico quando todos estavam prestes a tombar pelos ferimentos.

A Quinta Esfera de Ar surge e a última tocha com o símbolo do raio se completa revelando uma nova plataforma.

No caminho para lá encontrarão duas plataformas uma com matilha de lobos e outra com plantas com espinhos, guardando as esferas de plantas e animais.

Última Plataforma

Aqui se encontra um altar onde Ahstan pode colocar as cinco tochas se tornando a chave do céu, uma chave de vidro transparente com um raio em sua extremidade que pode tirá-los daqui com o mesmo procedimento do Plano da Terra, só que antes ele voltará à cena em que cai na praia.

Seu corpo cai sofrendo praticamente todos os efeitos que viu na plataforma, mas desacelerando ao se aproximar da praia, ele tenta se mover, mas o corpo está imóvel, ele cai no oceano se afogando sem chance de respirar quando três pessoas o levam para a praia, seus rostos são idênticos aos dele. Seus trajes são diferentes. Um parece um guerreiro com joias (Guerreiro Santo), outro tem bastões de metal em um colete (Guerreiro Elemental da Eletricidade), calça e está descalço e o terceiro um robe negro (Oráculo). Ele toca em Rainer/Ahstan e o mesmo desacorda, voltando a cena que conheceu Claire.

Fora de Paikkhan

Lycan irá sentir a aproximação de alguém que consegue ver além do manto.

Ele o atravessa e se apresenta como Kaoin e fala que agora que é um sábio deve saber um pouco sobre a escolha das almas no início.

A cada ciclo certas almas são selecionadas para o processo do chamado jogo, entre elas jogadores, inimigos e guias, cada um exercendo o seu papel, nesse ciclo tínhamos 8 jogadores, 2 guias e um inimigo representado por uma organização. O porquê de falar no passado por que isso mudou, tanto em funções, como em conceitos…

Os inimigos se alteraram e nenhuma regra foi descumprida, Manyard Smith caiu depois do pronunciamento e do momento de seu retorno ao grupo dos aliados, Raizo agora flua entre um inimigo de fato ou um traidor do seu grupo, por que tem problemas com a atual liderança de Marco De Lucca conhecido como o Mago das Trilhas.

É por causa dele que algumas de suas andanças não deram em lugar nenhum. O x fora dos caminhos. Não o representa de fato, mas sim uma quebra realizada por uma interferência sua. Duas para se mais exato, só que escapando as regras do jogo não podemos puni-lo ou afastá-lo.

Marco de Lucca vem de uma linha temporal onde ele usou uma magia antiga para se apagar do Pergaminho de Todos os Conhecimentos, o levando a sumir de todos os outros nas demais linhas. Em outra ele de certa forma ajudou a abrir os portões ao custo de ficar com as 12 Esferas de Energia com as bestas por um tempo antes de devolvê-las a Imansiz e de criar uma raça híbrida entre humanos e demônios, que mais tarde foi alterada para apagar o que as pessoas tinham de humanos.

É de lá que vem Maisa, Marlene que se sacrificou, as meninas gêmeas, Dracal, Henrique, Selyne e o padre Pietro e Vlad que conheceu. Rastros de sua passagem ficaram aqui, só que eles de fato na forma que os viu nunca chegaram a existir.

Henrique, por exemplo, nasceu quase 100 anos depois da esposa por que veio do futuro, na linha temporal em que abriram os portões, de um lugar destruído pelas bestas em sua forma de monstro, fato que também aconteceu no sétimo ciclo dessa linha levando as antigas almas dos jogadores a falharem em sua missão de recolher os itens chaves: pessoas no caso representadas por Basco, Sheila, Omar, Rickmond, Gilan e Ahstan e mais seis que nunca encontraram pela interferência dos inimigos.

Marlene criança das memórias de Gilan e Rickmond é a dessa linha temporal e reencarnou no bebê antes do final do ciclo, como dizia o pergaminho quando a batalha da luz e das trevas desse ciclo acabasse com a vitória dos Filhos das Trevas: Raizo, Baeleor e você.

Agora que entende uma parte do que já viu, vamos ao que não viu ou sabe. Oito almas foram escolhidas como jogadores: Ahstan na verdade Rainer nesse ciclo, Seth, Zephaniah, Jacques, Fabregas, Zero, Katsulee e você o último.

Por algum motivo algumas são escolhidas primeiro: Zero, Katsulee, Fabregas e Ahstan foram jogadores no último ciclo com praticamente o mesmo conceito de nomes, raças e descrições. Era mais simples convocá-los, só que…

O ranger nunca foi totalmente focado nisso, participava mais não ativamente e o resultado é que foi sequestrado, sendo mantido prisioneiro do Kamisan desde sua primeira visita a Fortaleza Wyvern, como sabe.

O guerreiro lobisomem também não parece motivado à luta e grande missão, prefere e luta e quando convocado por seu líder o segue sem questionar, com fez há pouco tempo e está fazendo agora de novo.

Fabregas devido ao TecV tem problemas em saber o que é certo ou errado e precisará de guias para isso agora, principalmente se adicionar a última peça do item.

E Ahstan/Rainer estava desviando do curso também. Por não ter o pé no chão, cabe a você agora que sabe que ele é um dos Sétimos Filhos levá-lo para o caminho certo junto aos demais. Manter o foco, por que os 2 últimos itens estão bem próximos e a Grande Batalha se aproxima.

Kaoin parte depois de dizer isso a Lycan sem explicar quem ele é, e como pode ver além do Manto dos Sábios de Antikhytera.

Quatro elementos

Plano do Ar

Ahstan começa a ter pequenos flashes de memórias. Desde que caiu no mar e foi amparado por três pessoas semelhantes a ele, até que os flashes param com ele criança em Paikkhan. Um homem igual do desenho no casebre do Plano do Céu o observa e conversa com o outro.

AR: – A última ação de sua mãe foi trazê-lo aqui.

TERRA: – E seu pai parece que estava doente. Não conseguimos identificar o que tinha. O que por si só é bem estranho. Morreram juntos, que pena praticamente sem conhecer o menino.

AR: – Não podemos chamá-lo de menino. Que nome iremos dar?

TERRA: – Se ele for igual à mãe caberá você treiná-lo meu companheiro… pelo menos no início… já que nossas jornadas estão chegando ao final.

AR: – Também senti isso. Nossos substitutos já estão prontos não há o que temer.

Eles se aproximam de você.

TERRA: – Qual nome prefere Ahstan, como sua antiga vida?

Você volta à cena da Igreja. Está com uma nova armadura, a tal relíquia e depois de sair se encontra com Zero e Katsulee, ou pessoas muito iguais a eles.

Ahstan: – Precisamos continuar. Já me tornei um guerreiro santo, aqui está minha relíquia divina.

Os três são vistos por uma bola de cristal de alguém numa casa simples, a pessoa se levanta.

Lauxendriech: – Por que no meu futuro não tão à frente assim pareço tão diferente.  Qual será a verdade oculta além das memórias que não consigo acessar mesmo em minhas viagens.

A porta se abre de supetão.

“Vamos, Lauxendriech” fala alguém sob uma forte luz. Ele é preso por guardas e colocado no centro de uma sala. Um mago surge, com um robe branco, sinais de idade, cabelos grisalhos, barba grande até o meio do peito, apoiado num cajado simples. É Grunnion.

– Fiquei sabendo que realiza experiências com viagens no tempo e visões do futuro. O que descobriu senhor oráculo Lauxendriech?

Lauxendriech: – Se for honesto vão me contar porque me prenderam aparentemente sem nenhum motivo.

– Há vários motivos. Está brincando com regras imensuráveis. O passado não é esquecido a troco de nada. Conhece Lakukan?

Lauxendriech: – Sim tivemos o mesmo mentor.

– Ele tentou ajudar uma maga chamada Adelaide, o resultado a morte antecipada dos dois e de todos que os cercavam.

Lauxendriech: – Já tinha previsto a morte dele e o avisado.

– Outro de seus crimes. Só que não deu certo seu aviso. Nessa trilha corrigimos certas coisas com a ajuda de novo chefe.

Lauxendriech: – Quem é você afinal?

– Seu pesadelo final.

Ele coloca a mão sob sua cabeça e sua mente se esvazia, luz sai do seu corpo e tomba no chão. Sua alma flutua e viaja para longe, encontrando no Plano da Luz com Lakukan e Adelaide.

Os dois confirmam que aquele é Grunnion e que o novo chefe se chama Marco De Lucca.

Algum tempo depois sua alma é chamada novamente como Ahstan Lyegrin.

Ahstan com outra roupa – o colete e os bastões do terceiro que o carregou na praia corre pelo parece ser uma floresta morta ao seu lado, o homem que lhe deu o pingente. Indo em direção a um lugar chamado laboratório em Imansiz.

Gilan: – Precisamos salvar Rickmond, antes que seja tarde.

Ele é atingido por um machado. Criaturas que misturavam monstros surgiam de todos os lados e no alto das árvores,  humanos com peles de animais com machados atacavam.

Você tira um dos bastões e o arremessa, ele dispara eletricidade por todo o lugar e os caçadores caem um a um das árvores, as criaturas parecem paralisadas, e corre para ouvir as últimas palavras de Gilan.

Gilan: – Precisa sair daqui… cuspindo sangue…não queria que Rickmond morresse, mas é o último dos Sétimos Filhos e está quase pronto não pode morrer agora.

Quando ele fala isso, o osso de seu joelho é empurrado para fora do corpo, sua coluna é dobrada e seus ouvidos sangram. Um homem de roupas pretas o observa. – Sinto muito guerreiro elemental, suas palavras vieram tarde.

Seus olhos parecem sujos de sangue e seu corpo cai sem vida.

Está no casebre de novo, pelas vestes, é Rainer… com as roupas que Claire o encontrou, o  homem de manto fala:

– Eles estavam certos, o Sábio das Trevas original não morreu, ele está matando os originais um a um e não vai deixar que o Sétimo Filho tivessem descendentes. Cada um foi para um plano, mas nem mesmo lá é seguro, precisamos apagar as memórias de vocês por segurança. Ele toca no seu crânio esvaziando seus pensamentos, lá fora o céu azul escurece.

– Ele chegou. O sábio do Ar é atingido por uma lança de trevas com espinhos e seus olhos se tornam sem vida. Antes a palavra “salte” surge na sua cabeça e com a destruição de várias rochas, você salta, uma figura invisível vem voando na sua direção, e o envolve quase destruindo seu corpo no processo, você grita e ela se afasta.

– Pode ver raios caindo distante. Com Omar, Shelly e Basco. Almas que tinham o mesmo propósito seu no 7º ciclo, serem chaves, e estavam em segurança no Plano do Ar.

Sua mente retorna a batalha, o pássaro era o mesmo de agora.

Suas memórias haviam retornado não só as de agora como dos ciclos anteriores também desde a criação de sua alma e das origens como Sétimo Filho.

Eletricidade passa pelo seu sabre e sai de seus olhos.

Elementais

Continua nos próximos pergaminhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s