Almas intocadas

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Como a última matéria para essa teve uma distância menor, devido ao atraso da anterior, o cenário não mudou muito Beelzebub mantém o seu primeiro lugar aqui nesse review independente da opinião dos japoneses.

Bleach troca de lugar com One Piece porque enquanto o primeiro usou muitas páginas para o mesmo assunto, seu companheiro de revista gastou muitas páginas para amarrar pelo menos cinco tramas que pareciam jogadas.

Naruto perdeu a pequena fagulha que mudou seu lugar de sempre e temos ausência de novos capítulos de Assassination Classroom.

Com spoilers

Almas Intocadas

BEELZEBUB (referente ao capítulo 208): Mesmo com a “redução” do que aconteceu com Furuichi, afinal ele teve o coração arrancado, mas na verdade aquilo era uma metáfora – ou mais ou menos isso – da sua alma.

Beel 208-01

Oga agora tem até o nascer do dia para recuperar as seis partes do “coração/alma” fatiado por Lúcifer, um deles com o próprio Takamiya e as demais com seus anjos caídos que comeram a “sobremesa”. O que torna a parte daquilo ser “alma” cada vez mais esquisita.

O mago avisa também que seus selos evoluíram para o próximo estágio. O que ele estaria dizendo com isso? Que os marcados podem ficar mais fortes evoluindo seus selos?

O protagonista já avança contra o líder dos inimigos querendo pegar a última parte, segundo o vilão, só que toma outra surra. Todo o cenário montado e tempo contra os assim chamados “heróis” permitirão que Furuichi “reviva”?

São muitas perguntas, mas a sensação que fica é de Toujou ajudando a destruir o colégio que chega acertando Takamiya em vingança da derrota nas mãos de Himekawa.

Beel 208-02

ONE PIECE (referente ao capítulo 711): Um único capítulo que parecia focado em mostrar Robin aprisionada pelo povo anão/fada/abelhas/clones dos Smurfs, só que na verdade estava ligando todas as tramas com exceção da batalha na arena dos gladiadores.

O povo anão parece ser facilmente sugestionável, tanto que logo liberam Robin e parecem ter caído em alguma “história” de Usopp sobre eles serem heróis. Zoro também tinha encontrado o anão – Wicca – que havia roubado sua espada e faz um acordo para ajudar seus companheiros que serão atacados por Joker em troca de seguir com Wicca para o tal Jardim de Flores.

Franky segue para o mesmo lugar com o Soldado de Brinquedo, que na verdade é o grande amor de Rebecca e o motivo dela estar na sua última batalha para provar ser mais forte que ele. Isso mesmo que li?

Sanji que parecia hipnotizado por Violet na verdade conseguiu informações e avisava Law e Ceasar que aguardavam a troca sobre a grande maquinação de Don Flamingo que não saiu dos Shichibukais e só criou um cenário para prender os antigos Supernovas: Law e o bando do Chapéu de Palha.

O capítulo se encerra com a chegada de Fujitora e do próprio Don Flamingo.

 OP 711

BLEACH (referente ao capítulo 541): O Kubo essa semana voltou a fazer algo que lhe é muito comum, gastar 19 páginas semanais para algo que poderia ser apresentado em 1/3 disso.

Todas as palavras do falso Zangetsu na verdade o Yhwach de 1000 anos atrás ou não. Numa vibe meio Caetano, ou seria filosófica vem explicar o grande porquê de Bleach, como um protagonista conseguia ser tão ruim e ter um golpe só mesmo depois de mais de 500 capítulos.

A explicação até plausível é que o falso Zangetsu só passava a Ichigo seus poderes hollow, sem deixá-lo usar seu poder shinigami de fato. Sendo assim, Ichigo só usava o que o Yhwach não conseguia conter. Resultado Ichigo era um merda por isso. Nisso concordo com a resenha feita pelo meu amigo aqui do blog Felipe.

Só que o veio a seguir, foi um chove não molha literal, por que teve até a cena da nuvem se dispersando, onde o inimigo fala que aliado e não era. Que deveria matar Ichigo assim que ele começou a seguir seu caminho shinigami, mas não conseguiu. E se despede dissolvendo em partículas e deixando uma energia que representa a verdadeira Zanpakutou de Ichigo.

Bleach 541

Será que conheceremos sua real forma no próximo capítulo, ou como Kubo gosta de fazer mudaremos o foco.

NARUTO (referente ao capítulo 634): Um novo capítulo com o tema velho, a batalha contra a Juubi centrada nos três membros do time 7, o original.

Sakura revela ter a mesma técnica que Tsunade, de dividir o Katsuyu e usá-lo para curar todos no campo de batalha. Novidade zero.

Naruto e seu Gamakichi usam o Chou Oodama Rasenshuriken no Jutsu, outra técnica que não tem nada de novo para passar pela barreira de clones do Juubi.

E finalmente – será mesmo? – Sasuke e Aoda (a serpente que invocou dessa vez, mesmo depois de ter usadas suas invocações como buchas para suas estratégias) utilizam o elemento vento do Rasengan para ampliar as chamas do seu Amaterasu e “matar” o Juubi.

Foi isso mesmo? O monstro definitivo que serviu de condutor para a Akatsuki, a história de Madara e Óbito, morreu de forma tão simplista. Por que usar vários capítulos na batalha não interferiram no final besta.

Naruto 634

O único mistério no ar, que talvez seja relevante, seja o verdadeiro motivo de Sasuke estar ali ajudando, enquanto Orochimaru e seus antigos subordinados Kairin e Suigetsu parecem encontrar os Kages – derrotados por Madara.  Num clima de muita piada no meio da guerra, totalmente desnecessário.

Até a próxima

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s