Espelho espelho meu

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Na minha última matéria sobre TV aqui no blog comentei do padrão Globo de qualidade, o que realmente fez com o que programa o Dentista Mascarado esteja com a corda no pescoço e infelizmente o destino de Marcelo Adnet na Rede Globo ainda indefinido, com a maior parte daqueles que se arriscam a sair do seu antigo lar e no “crescer dos olhos” ir para a emissora número 1 do país. Por que o conceito de Televisão aqui é um dos mais incoerentes do globo, minúsculo mesmo, mundialmente falando.

ESPELHO ESPELHO MEU

Só que hoje não estou aqui só para criticar não, com a aposentadoria dos grandes autores de novela que deixaram seu legado para os filhos como é o caso de Benedito Ruy Barbosa, resolveu só fazer minisséries como Aguinaldo Silva vem divulgando, vai assinar sua última obra como é o caso de Manoel Carlos, voltou às séries semanais como Miguel Falabella ou resolveu mudar seu estilo de novelas temáticas de países que ao invés do seu idioma falam um português com expressões idiomáticas como é o caso de Glórias Perez.

O que resta para uma emissora como a Globo?

Afinal ela atualmente tem três novelas atuais + uma reprise + Malhação que segue outro modelo de novela eterna, a soup opera americana e até novelas das 23h com semipornografia e remakes de clássicos, que é uma moda não só na TV, como no cinema, livros e etc.

SOAP OPERAS

Sem opções a emissora está dando lugar para antigos colaboradores de obras importantes assumirem a função de autores de novelas, e autores de novelas das sete, por exemplo, alcançarem o posto de autores do bloco principal como foi João Emanuel Carneiro com Avenida Brasil e recentemente Walcyr Carrasco com Amor á Vida.

O bom disso tudo é a reciclagem. Muito se falou de criar um modelo para a Classe C que cresceu no país e daí tivemos novelas como a já mencionada Avenida Brasil e Cheias de Charme com suas empreguetes.  O que poderia ser um grande acidente, das novelas se moldando a um público, se mostrou promissor, por que algumas mudanças levaram a outra e no meio do furacão, eis que surge Sangue Bom.

SANGUE BOM

A nova novela das sete parece mais uma simples história de amor com quadriláteros amorosos entre pessoas de universos diferentes, ricos e pobres, que viveram juntos na infância, isso não lembra Nina e Jorginho de Avenida Brasil no Lixão? Sim. Só que não é isso.

Sangue Bom por trás de trama simples e clichê faz uma autocrítica ao mundo das celebridades, seja as celebridades do tipo estátuas de cera, que estão na mídia há muito tempo, mas não querem atender ninguém, daquelas que seu tempo passou, porém não querem deixar os holofotes e criam notícias para aparecer e os programas de caça a celebridade também no modo survival ajudam uns aos outros. Temos modelos de tudo ali e dos repórteres tentando derrubar as celebridades.  Há também na trama as chamadas It Girls, garotas que ditam moda independente, aquelas que costumam sair em revistas de adolescentes.

IT GIRLS

E por que isso é importante? Por que dentro da Globo numa novela de horário nobre, vemos uma crítica ao próprio artista e ao mundo que gira ao seu redor, não sei se aquilo passou despercebido da programação, ou só queriam gerar rebuliço com um nova trama, mas é engraçado isso, é como se na TV Record tivesse uma série como Decadência e não na Globo por ter uma idéia do que está acontecendo.

DECADÊNCIA

E a novela além de tudo é super referencial como séries de JJ Abrams ou Eric Kripke lá fora, falando de cultura de modo geral, com destaque para a própria TV, críticas essas que despertaram até Ricardo Macchi que ficou sabendo de uma piada com o cigano Igor, a eterna piada, e veio tirar satisfações e conseguiu num leve censura impedir que a piada fosse ao ar.

RICARDO MACCHI

O porquê de estar escrevendo isso? É que a Globo pode no futuro sentir que se autocriticar pode ser visto com bons olhos e aí as “amarras” do padrão globo de qualidade cairia por terra e voltaríamos a quem sabe ter uma TV viável de assistir, acessível a todos. Genial no tempo onde a Internet fecha e derruba de todos os lados.

E para fechar na última semana a novela conseguiu mostrar isso que fala de referência à cultura misturando Caverna do Dragão (no original Dungeons & Dragons) e Balão Mágico.

http://www.dailymotion.com/user/dm_51ae9a4f70c56/1#video=x10kzbe

Pode isso Arnaldo?

Até a próxima.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s