Um novo capítulo na história de Inpergoh – Garras da escuridão

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Seth descobre sobre suas outras vidas e o princípio da missão e Fabregas é cercado em Sablon. Mas onde é a construção desconhecida?

pergaminho RPG

Os Caçadores de Majien são conhecidos como Tech Hunters, além de anular os itens tecnológicos de Fabregas, eles criam uma barreira para não deixarem que o grupo interfira.

Tech Hunter: – Viemos em nome de Majien capturá-lo por seus crimes. Roubo de tecnologia proibida de ser usada fora do reino, segundo o protocolo de Nireva, além de roubo de Makkyn-na de propriedade do Exército Cinza.

Tech Hunters

Fabregas, que é mais veloz, se concentrará e conseguirá romper a aura da cidade que o impedia de usar seus poderes, novamente se beneficiando de um combate individual para matar coletivamente com as habilidades de cális negro.

Depois ele absorve toda a tecnologia que trouxeram para análise, dividindo um pouco com Jacques, o único além dele que mexe com objetos de alta tecnologia.

Seth após receber as memórias do ritual e de Karpsh espalhadas por Sablon sente no poço da cidade uma espécie de portal, como uma poça de água que flutua entre o início e o fundo do poço. No mapa surge uma linha entre o poço e a construção de pedra.

Antes de falar com o grupo ele tem outra visão, no alto de uma montanha, cinco dragões cromáticos adultos conversam.

Reuniões de dragões

Vermelho: – Não foi de a minha escolha vir aqui conversar com draconianos fracos como você, mas…

Branco: – Era necessário.

Preto: – Fraco eu. Quer morrer hoje…

Azul: – Acalmassem todos. Não temos tempo para isso, o medalhão que fizemos foi desfeito alguém chamado Marco De Luca, o desfez e libertou os magos do Caos.

Verde: – E o que temos haver com isso?

Vermelho: – Só podia ser o mais burro entre os dragões, dragão verde… como assim as esferas elas foram libertadas, o monge não deu conta e os deuses malditos escolheram as mesmas como chaves no 5º Ciclo.

Verde: – As esferas draconianas?

Azul: – Sim as 12. Que representam o conhecimento antigo da magia.

Branco: – Fogo, Água, Ar, Terra, Trevas, Luz, Plantas, Animais, Espírito, Corpo, Metamagia e a Última Esfera.

Preto: – E o que fizeram com elas?

Branco: – Com o final do 5º Ciclo eles viraram itens comuns, não chaves do Portão, mas…elas foram usadas pelos magos para se corromper e se tornarem os mais fortes de Inpergoh. E para o mal.

Vermelho: – E para contê-lo fizemos o medalhão.

Branco: – Que foi quebrado por De Luca, ele não sabia, mas um dos rituais que realizou o impediu de sofrer o efeito de reversão zero dos Ciclos.

Preto: – Ele ficou eterno e forte. Um guerreiro considerável.

Branco: – Mas Karpsh, o alquimista, um dos primeiros MaDons criados pelo seguidor fiel de Silverbolt, agora um dos Supremos, usou seu corpo mágico para criar um novo medalhão.

Azul: – Um humanóide que criou o mesmo item que cinco dragões.

Vermelho: – O medalhão dele deve ter só 1/10 da força.

Branco: – É por isso que precisamos enviar nossos filhos para protegê-los nos próximos ciclos.

Verde: – Eu enviarei Kyren.

Branco: – Eu enviarei Gelo.

Azul: – Eu enviarei Sathur.

Preto: – Eu enviarei Netholis.

Vermelho: – Sacrificar um filho para quê? Que tudo acabe, os efeitos não afetam os dragões.

Branco: – Você precisa enviar alguém.

Vermelho: – Se querem um filhote, enviarei o mais fraco, que nem digno de ser o meu filho é e ainda está num ovo que não choca,… não precisa nem de nome… deve morrer antes de nascer.

Mais tarde um MaDon o chamou de Bresinger.

Zephaniah, Seth, Katsulee e Lycan chegarão à cidade sem seus respectivos mascotes, que ficarão em Valtamerien, só que Gelo poderá usar magia branca para trazê-los até aqui depois de um tempo. Gelo os buscará antes que atravessem o poço.

Os mesmos não encontrarão Kamali em lugar nenhum só o seu Machado Bárbaro de Osso e uma mancha de sangue no cabo.

Machado de osso

Zephaniah se lembrará das palavras do amigo e começará a ver a todo o momento fantasmas das pessoas que matou na aventura, além de pessoas que não se lembra, não conseguindo dormir direito depois disso.

Kamali aparecerá quando tudo se tornará crítico. Dirá que agora Zephaniah é o próprio guardião, que conseguiu pessoas para ficar ao seu lado, mesmo sendo pessoas diferentes, que conseguiu se descobrir como Geomancer, com o seu contato com o natural, que tem as pedras para começar a sua busca, e que os fantasmas do passado ficarão cada vez mais presentes. Você precisa resistir.

A cada noite um item que estava com Kamali começando com a 2ª Metade da Caixa após o machado aparecerá ao lado de Zephaniah ao acordar.

O grupo se lembrará dele com exceção de Katsulee e Lycan que começarão a esquecê-lo, por motivos desconhecidos.

O grupo selvagem está desfalcado agora, Lycan não parece ser mais o mesmo, quer aprender alquimia e ler e escrever, algo que com certeza Baeleor não aprovaria.

Claire mesmo tendo certa birra de Zephaniah depois dos acontecimentos dos Desafios na Ilha Akira poderá tentar ajudá-lo e dirá que não existe rastro da presença mágica de Kamali naquele lugar, ele com Ranger saberá que não rastro físico do mesmo também.

Ele surgiu do nada, desaparecia e parece ter desaparecido de vez. Os poderes de roubar a essência da natureza sumirão junto com o Kamali.

Zephaniah em compensação ganhará poderes sobre a Terra ou sobre outros elementos com o seu anel. E continuará sonhando com o mesmo.

Depois de tudo eles chamam o grupo e ao sair do poço em um rio se deparam com a construção do desenho, ondas de trevas passam pelo seu corpo o queimando por dentro.

Todos que conjuram magia sentem uma dor que queima seu corpo por dentro, os conjuradores brancos sofrem ainda mais.

Ao entrar na construção, a passagem será fechada. Tudo ficará escuro, qualquer tipo de habilidade vinculada à visão não funciona, um pouco antes de tudo escurecer o grupo vê a imagem de um sol negro cobrindo o céu. Para se guiar pela construção é necessário o uso de outros sentidos, pessoas com senso de direção sabem quantos passos deram e quais caminhos tomaram.

Sol Negro

Todos os mascotes desaparecerão. Deixando só Seth, Fabregas, Lycan, Zephaniah, Katsulee, Jacques, Ahstan, Zero, Claire e Yves.

Cadeados surgem nos itens com exceção de Lycan e Katsulee, o feitiço de vínculo sabe quem trocou de lado e não os compensam com novos poderes.

Lycan não terá tempo de usar o que Raizo recomendou e segue com o grupo, só que consegue enxergar normalmente aqui dentro devido a sua habilidade no plano das trevas faz um item que se adapta ao local.

Guiando pelas paredes, já que o forte cheiro de queimado e a falta de visão, somado ao silêncio de Lycan não os possibilita saber o que buscam aqui e os perigos do lugar.

Logo na primeira sala que entram, Yves é contaminado pelas trevas locais e sente uma sede de sangue por alguém do grupo, protegido pela emanação de trevas, Lycan não é escolhido e sim Zero. Ele começa a usar efeitos menores no guerreiro que reclama dos efeitos adversos, o mago utiliza efeito de área para confundir as pessoas, até que resolve trocar os espíritos de corpos. Assumindo o corpo e a espada de Zero.

Enquanto isso acontece o grupo é atacado por tentáculos de trevas em outra sala, o corpo fraco de Yves é acertado e tomba – na verdade Zero – e o mesmo começa a se autoflagelar com a alma de Yves no seu corpo. Lycan vê que acontece e fica em silêncio.

Ambos tombam mago e guerreiro, deixando o efeito de corromper inativo, mas a mente do mago destroçado e o corpo do guerreiro.

Com Yves e Zero para carregar, Jacques começa a sentir um mal estar dentro do seu corpo, Seth sente uma aura demoníaca dentro do comerciante e pede que ele corte, removendo uma espécie de ovo pelo que dá para sentir, sem a visão.

Ainda sem rumo e cheio de cicatrizes o grupo ainda é atacado mais duas vezes, por cortes invisíveis e uma explosão interna.  Depois eles começam a se sentir sem ar.

Uma criatura surge a sua frente e Jacques usando seus sentidos com a ajuda de Lycan que se envolve para não parecer suspeito, atacam o que seria um dragão de trevas.  Logo que criatura é derrotada, a mente de Lycan até então protegida é invadida por uma loucura, onde ele começa a ver demônios que não existem.

Chegando perto do fim, mas sem noção disso, eles são acertados por uma bola de trevas explosiva.

À frente encontram os mascotes, várias joias presas à parede e uma caixa igual a que guarda as criaturas mágicas com a “Alça”. Ela só pode ser destruída com magia de luz. Itens mundanos em contato com elas são pulverizados sem teste. As joias acionam um Aprisionar a Alma prendendo Seth e Fabregas.

Após os dois presos o grupo surge do lado de fora com a caixa e mascotes, os corpos de Seth e Fabregas estão no chão com as pedras em cima, as almas retornam ao corpo ao mesmo tempo em que dois vórtices começam a surgir cercando o grupo.

O que será isso? Efeito da pedra, da construção, outra armadilha, um ataque inimigo. A resposta nos próximos pergaminhos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s