RPG – Hora dos testes – parte 02

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Reuniões realizadas, discutido tudo que seria testado – algumas regras já em funcionamento nas sessões de RPG online era hora de começar os testes de fato.

Hora do testes 002

Para ter um controle do que seria testado criei nove personagens, os chamados personagens testes 001 a 009, representando as nove classes primárias – as classes base do sistema – e nove das onze raças, com exceção do meio-elfo que é mais versátil e pode escolher habilidades de humano e elfo. E outra raça que ainda vou ver as modificações dela por que o mundo que eu criei onde se passa as aventuras – Inpergoh – sofreu uma interferência que deve mudar as estatísticas dessa raça em questão.

Classes e raças escolhidas surgiram os personagens: 001 – anão guerreiro, 002 – ranger humano, 003 – paladino halfling de Nordeaur (o deus do comércio do mundo), 004 – lobisomem negro (uma sub-raça entre os lobisomens) escudeiro da Ordem do Chacal (uma ordem de cavaleiros que lutam com as mãos nuas), 005 – mago elfo de magia preta (preta mesmo porque o sistema de magia do mundo é por cor – vermelho, azul, verde, branco e preta), 006 – clérigo MaDon de S. Sparrow (a divindade que representa o mar e sobre MaDon uma matéria com o nome Encontro de Raças, explica melhor), 007 – padre meio-elemental de Luz (padres no mundo cultuam o deus Gamla Världen, o Deus da Luz), 008 – ladino camaleão e 009 – Bardo Serenge galla (outra raça apresentada na matéria citada acima).

Halfling

O primeiro dia de testes começa com testes de perícias, ou melhor, o primeiro conjunto de testes, por que a partir do segundo conjunto tivemos mais de uma sessão para cumprir todos os testes. Falha minha, que sempre planejo algo para 4 horas e dura 8, ou para 6 dias e dura 12. Não só minha, mas em boa parte.

Pensando em utilizar mecânicas simples para criar parâmetros de testes não treinados, algo que SIF nunca teve ali a ferro e fogo. Sempre que alguém precisava nadar e não tinha a perícia, era na hora que eu criava uma penalidade para o atributo em questão e a pessoa fazia o teste. Resolvi usar esse primeiro teste de perícias para ver se as penalidades pensadas para testes sem perícias eram adequadas.

Não sei nadar

E assim começamos o primeiro teste de regras que era uma simples encenação de Caça dividida em três partes: a primeira rastrear o animal em questão – o jogador controlando os personagens – primeiro às cegas e depois com personagens já com as devidas perícias – escolhia se desejava caçar um animal de pequeno, médio ou grande porte. Uma demonstração de coragem por parte deles e sorte, quando quem controlava não tinham as perícias específicas.

Armadilhas

Rastreado o animal a sua escolha, seguimos para a caça em si, quem tinha Sobrevivência ou testava mesmo sem ter, criava armadilhas para pegar o seu alvo. Era possível usar suas armas e matar a criatura num combate – para não deixar o jogador sem perícia amarrado aquilo ali, lógico que o ideal em testes é ver o funcionamento da perícia, mas… fazer o que quando quem define isso são os jogadores que participam do teste.

A parte final e mais banal cobria algo que pouco se lembra no RPG de mesa, cozinhar o que você caça, afinal nem todo mundo é lobisomem (ou japonês) para comer carne crua. O teste praticamente às cegas com todos os personagens, com a única exceção do padre meio-elemental que pela sua profissão tinha a perícia adequada.

Caça na fogueira

Primeiro teste concluído. Algumas dificuldades para quem escolheu o animal de médio porte, ninguém teve culhões para escolher o do grande porte. E mais um teste de sorte, mesmo para quem tinha a perícia do que de fato, um teste de habilidade, por que as condições eram muito específicas, para a habilidade de o jogador influenciar no resultado.

Que os testes prossigam.

Até lá.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s