Aqueles que venceram o Destino

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Muito tempo depois… que os episódios saíram é hora de encerrar a jornada de Fringe aqui no blog.

Com spoilers (para quem ainda não viu…) – dos episódios 5×11-13

Peter end

No 5×11 – The Boy Must Live – vimos que Donald estava escondido acreditando que Michael – seu filho, pelo menos por um compartilhamento de genes – estava seguro e os outros do time Fringe sumido nesses 15 anos pós-invasão dos Observadores.

O antigo September que agora usa o nome do personagem do primeiro filme que viu ao lado de Walter, Cantando na Chuva, não é mais um Observador teve seu dispositivo removido após interferir na vida dos Bishops, Olívia, Astrid e os demais. O que parece incoerente com tudo que os Observadores de 2036 estão fazendo.

Fringe 5x11- Michael e Donald

Ele conta a origem dos invasores, criados por um cientista em Oslo, que para aprimorar a inteligência humana, acabou deixando de lado os sentimentos, um a um. No início da jornada, 12 observadores foram mandados December e os que conhecíamos até o episódio 4×18, os mesmos acabaram se afeiçoando as humanos e adquirindo sentimentos. Enquanto aqueles do futuro longínquo – 2609 – onde estava o líder do grupo, acima de Windmark usavam as informações coletadas para encontrar a data exata para que a invasão desse certo, 2015-2036 – período de transição entre a 4ª e a 5ª temporada.

 2609

Michael era uma anomalia que tinha sentimentos, habilidades empáticas e inteligência tão avançada, que não conseguia interagir normalmente com as pessoas, com palavras, mas o simples contato despertava sentimentos distintos, Nina se entregou aos Observadores sem pensar duas vezes, Walter recuperou suas memórias, declarou o amor pelos filho por várias vezes durante os 3 episódios finais e se esqueceu dos pedaços de cérebro que o alteraram. Poderia ser um furo de roteiro, acho que foi uma explicação razoável para o tempo de tela que tinham.

A vantagem com Donald e Michael não era necessário uma busca acelerada pelas fitas, eles sabiam o plano e começam a buscar os itens restantes, no meio do caminho o garoto abandona o grupo e deixa ser capturado. Assim começa os 2 capítulo exibidos no dia 18/01.

Fringe – 5×12-13 – Liberty e Enemy of Fate

Enquanto Donald separado do grupo, recolhia e montava a máquina que os levaria ao futuro, no ponto onde os cientistas criaram os Observadores, para conhecer Michael e ver que não era necessária a eliminação de todos os sentimentos para dar espaço à inteligência ampliada. Eliminando os Observadores da timeline no dia em que aconteceria a invasão, mas com um sacrifício que pudesse conduzir o menino pelo túnel do tempo.

Naquele momento nostalgia temos um plano de resgate baseado em injeções de cortexiphan, Olívia sentindo o terror de levar 4 injeções e voltar a ver um brilho vindo de Peter, uma cena clássica da série lá na segunda temporada. Atravessando para um lado B – livre de Observadores, conhecendo o casal Bolívia e Lincoln casados e com filho, e líderes da Fringe Divison.

Bolivia e Linconl

Mesmo em meio episódio bastou para matar a saudade, Michael foi resgatado antes de ser fatiado pelas ordens do Chefão dos Observadores no futuro e o grupo precisava recolher o último item para o plano.

???????????

No meio desse caminho, Broyles é descoberto como “A Pomba” até zoa o fato de não ser o “O Corvo”, que seria muito mais fácil e óbvio para um codinome, no caminho é pego pelos observadores e antes de morrer nas mãos deles é resgatado. Olivia e Peter invadem o prédio em busca do Reator de Iniciação que restava utilizando diversos “Fringe Events” como armas, só os roteiristas de Fringe mesmo para em alguns segundos de séries nos levar a praticamente todas as temporadas e seus casos mais bizarros.

Como o time reunido, ingredientes recolhidos, o plano começa, o imã lançaria um dos Beacon para o portal, marcando o ponto exato e outro ficaria preso a um caminhão para manter a ponte entre os dois Beacons. Windmark tenta impedir o plano, quase matando Peter e Michael no processo, mas numa outra cena para ficar registrada na mente dos fãs, Olivia com o cortexiphan no corpo, apaga todas as luzes da cidade e o esmaga entre dois caros antes que consiga teleportar. Rápido, dolorido – pelo menos para Windmark – e uma vingança pela morte de Etta, de fato necessária.

Um pouco antes dos finalmente que só aconteceram aos 40 min dos 43 do 5×13, nos dando aquele susto, como eles vão explicar o que é preciso… eles explicaram. Só que isso se deu pela descoberta de uma fita no laboratório destinada a Peter, onde Walter explica que seu sacrifício era necessário ao plano, e seria uma forma dele pagar por ter começado isso tudo quando foi para o Outro Lado em busca do Peter do Lado B. E também ficamos sabendo que o reset se dará não desde o princípio da série como muitos se questionaram, mas em 2015 durante a Invasão dos Observadores.

Peter e Walter

E que Walter e Michael precisavam ficar para sempre lá, ou gerariam um paradoxo, porque se eles foram o estopim para resetar os tempos não poderiam existir nesse período apagado, deixando claro que não poderia voltar ou tudo que construíram estaria perdido. Donald assumindo o papel de pai de verdade, quase trocando de lugar com Walter, mas morrendo no final da batalha, antes de ser apagado também e voltando ao plano original.

É muita coisa em três episódios – Walter encontrando Gene, falando na fita que mandaria um objeto importante para Peter, no dia em que desaparecia da timeline, e que ele o procuraria em todo lugar e não acharia.

Walter e Astrid

E aí os dois atravessam – Walter e Michael e voltamos à cena de Etta – criança – brincando no parque, os invasores não chegaram, a família vai para casa e o objeto em forma de carta chega, com um easter egg – Thank For Your Support – agradecendo ao público por ficar com a série pelos 5 anos.

 Sequência com timeline resetada

O objeto em questão a Tulipa Branca, do episódio White Tulip, que Donald havia mencionado que Walter tinha feito algo de importante com a mesma, e que saberia na hora certa – e ali foi à hora certa, com um Peter olhando para a tela como se disesse que entendia o que tinha acontecido, mesmo que fosse impossível lembrar-se de algo que não aconteceu por o garoto que veio do outro lado, foi apagado e pelo amor do pai e da namorada retornou do Limbo – por palavra melhor – em Fringe nada é impossível, nunca foi.

Eu acredito que ficou uma fagulha de possível continuação – quem sabe um filme – se não for para estragar a obra com em Arquivo X – 2, que venha mais Fringe.

White Tulip

Até a próxima matéria… por que infelizmente Fringe agora só em Outra Realidade

Uma consideração sobre “Aqueles que venceram o Destino”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s