Leonel e a Tormenta

POR ROBERT R.R. ALLOND

Tormenta. Para aqueles que jogam RPG ou são simpatizantes ou até mesmo para aqueles que já odiaram ou ainda odeiam, já devem ter ouvido falar de Tormenta, um cenário de fantasia para uso em campanhas de RPG criado por Marcelo Cassaro, Rogério Saladino e J. M. Trevisan na época em que eram editores assistentes da extinta revista Dragão Brasil.

Mas enfim, não é bem disso que eu vou falar hoje. Falaremos hoje especificamente da trilogia de romances que transformou profundamente o cenário e fez de seu escritor, um dos mais conhecidos no cenário de literatura de fantasia nacional. Spoilers? Sim, temos spoilers.trilogia-da-tormenta“A Trilogia da Tormenta narra a origem da Tempestade Rubra, a luta contra os lefeu, a queda da Deusa dos Elfos e a ascensão do Deus dos Dragões. Em suas páginas, cavaleiros, arquimagos e deuses lutam contra a Tormenta e o vilão Crânio Negro”. – GUIA DA TRILOGIA

Leonel Caldela é o autor e escritor dos três romances da trilogia (O Inimigo do Mundo, O Crânio e O Corvo e O Terceiro Deus) publicados pela Editora Jambô. É ele o responsável por dar aos fãs, uma nova visão ao mundo de Arton e também de oferecer aos leitores não-RPGistas, enredo cativante, personagens carismáticos e marcantes e cenas de uma crueza honesta, sem firulas. Então, pra quem gosta de histórias de fantasia medieval fantástico, mas nunca jogou RPG ou Tormenta, não precisa se preocupar se não vai entender a história porque não conhece Arton. Obviamente, para quem já aprecia esse universo, os detalhes e as participações de personagens famosos do mundo são como um banquete dado a famintos.capa Inimigo do Mundo 2ª ediçãoNo primeiro romance, O Inimigo do Mundo, um grupo de aventureiros sai na caçada a um misterioso assassino conhecido apenas pela alcunha de “O Albino”. Mas o que seria uma “simples” caçada a um criminoso transforma-se numa jornada contra esquemas e maquinações que envolvem os deuses e criaturas além da compreensão. Esse livro explica o surgimento da Tormenta em Arton, sua origem e os seres que vivem nesse “mundo à parte do mundo”.

Para uma prévia: http://www.jamboeditora.com.br/comunidade/downloads/lit-idm2_preview.pdfCrânio e o CorvoNo segundo romance, O Crânio e O Corvo, acompanhamos um cavaleiro da Ordem da Luz e seus dois amigos, um anão invocado e um centauro boca-suja em busca do vilão Crânio Negro, um algoz da Tormenta. Acompanhamos o destino de dois jovens líderes de um grupo de bandoleiros, alheios aos grandes acontecimentos de Arton, buscando apenas sobreviverem e tendo suas vidas mudadas para sempre por uma combinação turbulenta de eventos. E também acompanhamos a busca de Crânio Negro pelos membros remanescentes do grupo que caçou o Albino anos atrás. Qual o verdadeiro motivo por trás dessa busca?

Para uma prévia: http://www.jamboeditora.com.br/comunidade/downloads/lit-ceoc_preview.pdfO Terceiro DeusE no terceiro romance, O Terceiro Deus, temos a conclusão literalmente ÉPICA dos fatos, alguns aguardando desde o primeiro romance. A guerra entre Arton e a Tormenta acontece envolvendo heróis lendários, figuras importantes e até deuses e a própria existência está em jogo. O encontro final entre o cavaleiro da Luz e o algoz da Tormenta. Alterações drásticas no Reinado, a região mais importante de Arton, que é onde se passa a maior da trilogia, quebra de alianças políticas, novas feitas e mudanças no trono do Reinado. Mudanças também no Panteão, como a queda de um deus maior, um novo líder e o renascimento de um deus há muito tempo esquecido.

Para uma prévia: http://www.jamboeditora.com.br/comunidade/downloads/lit-otd_preview.pdf

Esses são breves (bem breves mesmo) resumos dos três romances do Caldela. Há pequenos spoilers nos resumos mas não vou contar mais detalhes da história pois eu seria muito estraga-prazeres se fizesse. O interessante e legal dos romances é que enquanto temos a ameaça da Tormenta avança por Arton, ocorrem conspirações políticas, conflitos entre deuses, entre outras coisas. E Leonel escreve bem, muito bem. Prende o leitor como poucos fazem. Alguns podem não gostar, não sei e nunca se sabe, mas Leonel parece ter uma queda por descrições de ação crua, de mortes cruas e um pouco do sensual (não sexual). Exemplo? Fulano ataca a cabeça do Sicrano com um martelo gigante de ferro. O martelo desce com violência. Um barulho seco é ouvido com o impacto e uma poça de sangue toma conta do salão. A cabeça de Sicrano abre-se como um côco golpeado pelo facão e seu corpo cai inerte no chão. Acho que é mais ou menos isso. Morreu e pronto. Não existe lirismo, poesia e altruísmo. Não para Leonel. Não nessa trilogia. Mortes são tristes, são ruins e são o fim. Tem personagem que morre, a história continua e você fica depois meio desnorteado em tentar entender como ele matou aquele personagem.O Inimigo do MundoFalando em personagem, Leonel manda bem ao criar um leque variado de personagens e que pode agradar todos os gostos. Tem o guerreiro, líder de grupo, leal, mas impulsivo. Temos a namorada dele, severa e rígida. Tem o mago medroso e fraco. Temos o clérigo do Deus da Força, honrado e amedrontador. Temos o ladrão jovem, extrovertido e escorregadio. Temos o cavaleiro da Luz, decidido e quase obcecado em seu objetivo, que acha que não merece certas regalias que possui por pertencer à Ordem da Luz, temos o centauro druida desbocado, sarcástico e com um humor ácido, temos o criminoso albino, que esconde um segredo perturbador a mente de seus inimigos, temos o algoz da Tormenta, confuso por não pertencer a nenhum dos dois mundos e sedento por respostas… Enfim, é só um aperitivo, existem bem mais. E como disse antes, personagens já conhecidos dos fãs de Tormenta fazem participações nos romances, alguns fazem pontas e outros de maneira mais efetiva e direta e isso inclui os deuses.Guia-da-TrilogiaPara quem gosta de jogar RPG, foi lançado posteriormente o GUIA DA TRILOGIA utilizando como base, TormentaRPG, um sistema baseado na licença aberta da terceira versão de D&D (Dungeons & Dragons). É um guia contendo além do resumo dos três romances, informações para se jogar uma campanha com a história da trilogia. São fichas e históricos de personagens, regras, comentários do autor sobre determinadas passagens, a situação de Arton e dos personagens principais após a conclusão dos romances, entre outras coisas. Assim como a trilogia, o guia foi escrito por Leonel e é um prato cheio para quem gostou dos livros, friso novamente, mesmo para quem não é ou não foi jogador de RPG.

Enfim, Leonel teve uma visibilidade maior depois da trilogia, já escreveu mais dois livros com história própria, sem se basear em cenários de terceiros (O Caçador de Apóstolos e Deus Máquina) e faz parte do segundo Trio da Tormenta, Guilherme Del Svaldi e Gustavo Brauner, escrevendo material para TormentaRPG. Fica aqui a dica de uma leitura boa, agradável e que te prende até o último ponto. E aguardemos o que Leonel nos reserva para o futuro.Leonel Caldela

2 comentários em “Leonel e a Tormenta”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s