Resumo da obra – nº 5

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Depois de acumular aqui estão os resumos dos capítulos mais recentes de American Horror Story, Dexter e Supernatural.  The Office e Fringe ficam para a próxima matéria.

Com spoilers

American Horror Story 2×04 e 2×05: Dois episódios, uma história paralela, que trouxe algumas respostas ao custo de apagar um pouco a atuação da irmã Mary, a possuída e mostrou que ver ET pode mudar pessoas mesmo. Já que a irmã Jude acreditou na “falsa” Annie Frank que deu nome ao episódio, voltou a cometer todos os pecados de antes, ou nunca parou de fato, mas acho que a inversão de valores e a proteção do Monsenhor ao Dr. Arden podem ter a feito recair e até acreditar em Kid e sua confissão.

Falando no médico, realmente foi confirmado que ele é um ex-soldado nazista, acho que mais que um soldado pela história de Annie e o que o vimos fazer com Shelley, abandonada numa escola pela irmã endemoniada, e estado avançado de transformação em zumbi/canibal.

Kid só tem um momento rápido de prazer no episódio na transa rápida com Grace, depois disso quase foi castrado, enganado pelo Dr. Thredson acabou confessando seus crimes, não cometidos e preso no final do 2×05. Grace de fato é uma criminosa, matou o pai, que abusava dela e a madrasta de uma maneira bem “O iluminado”, só que na solitária antes de passar pela castração, também viu a luz, ETs e Alma. E sofreu uma cirurgia. Até onde a história dos alienígenas vai? E qual a importância dela na trama?

 

Lana coitada passou por tudo também, experimento de conversão para deixar de ser lésbica, praticamente uma tortura não só para a personagem, como para o público. Depois disso parecia sonhar com seu prêmio por contar as verdades do Briarcliff depois de salva por Thredson, que nos revela seu verdadeiro eu, um homem maluco que produz abajures de pele e cinzeiros de crânios humanos, esses adquiridos pelo sua alcunha, Bloodface. Só que ficou no ar? Como um “humano”, já que a história tem alienígena, sei lá. Pode estar ali e no futuro em 2012. Seria outra pessoa?

 

Dexter 7×05 a 7×07: Três semanas que não falo de Dexter, por que está ruim, por que vou reclamar? Não, longe disso, Dexter está no nível não visto desde a 4ª temporada com o Trinity. Em três episódios o foco além é claro do protagonista ficou com Hannah e o escritor de livros sobre criminosos – Sal Price interpretado pelo conhecido Santiago Cabrera, o Isaac Mendes de Heroes.

 

De tudo que especulei até agora só o caso de Batista meio que andou para trás com sua aposentaria para comprar uma lanchonete, segundo ele motivada por sua vida desgraçada e não pelo corte que a Tenente Morgan deu a sua continuação da investigação da morte do detetive Mike.

Isaak foi preso, solto com ajuda de Quinn que está queimado e com um alvo na testa e agora o ucraniano começa sua briga com Dexter, a qual só vai se agitar, por que ele terá de ser low profile para conseguir pegar o Dark Passenger que ele já descobriu mesmo no subentendido que Dexter tem.

LaGuerta é outra que fingiu para Debby arquivar o caso do BHB por falta de provas, essas ocultadas pela Tenente, quando na verdade parece continuar uma investigação que aponta para Dexter Morgan e o Slice of Life.

Debby já condenou Dexter, se afastou dele, pediu para que não pegasse mais os casos da Homicídio até que a mudou completamente com a fala final do episódio 7×07 que falo a seguir.

Hannah chegou para mexer com o psicopata mesmo, que logo descobriu seu envolvimento nos crimes de Wayne Randall, dos quais não podia ser condenada por ter imunidade. Com o bom investigador que é Dexter descobriu outras mortes por ataque cardíaco próximo da loira: sua patroa, seu ex-marido e mais tarde Sal Price.

Sal Price que contou a história de Wayne e Randall nos livros volta à delegacia para fazer uma atualização de sua publicação, ele também sacou que Hannah tinha culpa no cartório e dividiu isso com Debby, só que a jardineira muito esperta não conseguiu que tivessem provas contra ela. Resultado Sal e Debby iam virar um casal, só que… outro casal passou pelo caminho. Um Furacão chamado Dexter e Hannah.

Dexter leva Hannah para sua mesa, mas a atração é mais forte e eles transam, confessam seus crimes um para o outro e passam a se proteger de Debby e de Sal Price. Hannah o envenena após confessar os crimes para o escritor e Dexter que ia acusá-lo de um crime sobre o qual escreveu um Best Seller, por que segundo o Código de Harry não poderia simplesmente matar Sal.

Só que Hannah foi mais rápida, o escritor caiu de ponta na mesa do protagonista transformando sua sala de estar em cena de crime. Debby corre atrás do toxicológico já tento certeza da culpada no cartório, mas o tiro sai pela culatra e se vendendo a Justiça de Dexter, pede ao irmão para dar cabo da mulher que está com ele na cama.

E agora Dexter?

Supernatural 8×06 e 8×07: Depois de dois episódios fracos, o 8×04 muito mais que o 8×05, tivemos um episódio bom e o outro excelente que de certa forma acertaram as arestas do Season Premiere e deram novos rumos para a história das Tábuas e Kevin.

No 8×06 Garth voltou como uma nova versão de Bob que dá apoio aos caçadores, tentando usar suas gírias e falhando. Garth é legal, mas para um novo Bob ainda precisa de sete temporadas. O caso do espectro vingativo na moeda foi o de menos. O que valeu foi que Sam e Dean acertaram as contas do seu bromance, um por ter abandonado o outro por uma mulher aleatória e um cachorro. Que parecem que não vão dar o ar da graça por um tempo. Assim espero.

Dean explicou por que considerava tanto Benny e alguns fatos tem razão, e Sam que já foi parceiro de Ruby, Crowley e Samuel ressuscitado não tem moral para falar do irmão, que tem como principal aliado um anjo, que voltou para a glória da temporada.

Castiel voltou, já fez a barba e conseguiu com um banho + poderes angelicais limpar o seu sobretudo com sujeira de 1 ano no Purgatório ou mais por que passou 6 episódios e não temos uma noção exata do tempo entre eles. Kevin também voltou, dessa vez não fomos enganados pelos previously, junto com sua mãe e Crowley. Com essa sopa de letrinhas não tinha como errar.

Descobrimos sobre os futuros profetas, de crianças a motorista de ônibus que só receberiam o poder do Profeta com a morte de Kevin Tran, que depois de tanto escapar dos Winchesters, deram um mole ao contratar uma bruxa, ex-líder de banda de rock e irmã de prostituta pela internet para ajudá-lo a fazer a Bomba contra Demônios, como foi batizado. Resultado, Crowley os achou e começou a tortura, antes no anjo com roupa de Fast Food para descobrir sobre os profetas e depois no próprio, levando um dedo de brinde.

Kevin acaba lendo na Tábua a confirmação das armas contra demônios, de como fechar os portais do Inferno – espero que agora com sua memória possa guardar os procedimentos – e também observações de Metraton, o escriba sobre outras tábuas, seriam cada uma um tutorial de como matar os inimigos mais perigosos da humanidade: Leviatãs e agora Demônios.

Castiel salva o dia usando sua quase transformação em anjo que vimos pela primeira vez na 4ª temporada onde surgiu e botando Crowley para correr – gosto do personagem, mas acho que o pessoal perde muitas chances de matá-lo para funcionalidade do roteiro – e acabamos com a Palavra de Deus partida ao meio. Resta saber qual parte com quem?

Kevin e a Mommie Tiger vão ficar sobre a proteção de Garth? Sério que isso é a melhor opção que temos. Castiel ainda tem mistérios de como voltou, sabemos que a ajuda veio do céu e de alguém chamada Naomi. Quem é ela? O que deseja com os Winchesters? E por que apaga as memórias das visitas de Cass?

 

E por último achei que naquela sala veríamos Chuck? Por que o episódio fez questão de falar que só há um profeta por vez e que ele deve ter morrido. E temos uma teoria desde a quinta temporada que Chuck era de fato Deus, será isso uma pista?

Boas tramas virão em meio ao mar de fillers, disso temos certeza agora. Vida longa a Castiel e os Winchest… quero dizer a Dean Winchester.  E morte aos demais.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s