Round 1…fight…KO

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Escrevi o parágrafo abaixo achando que só ira comentar dos capítulos de duas semanas atrás. Só que antes de lançar a matérias saíram novos capítulos.  Agora as duas batalhas terminaram, mas vou manter o critério que menciono.

Essa semana que concluiu a batalha ganha a primeira posição, os dois capítulos tanto de Bleach quanto Reborn foram muito bons, como estão sendo há semanas, e tenho colocado o mangá da Vongola em primeiro por manter um padrão por muito tempo. Só que Tsuna terá novas primeiras posições eu garanto quando a batalha terminar de fato e descobrirmos para onde o mangá seguirá se seu final não está próximo.

Tsuna já teve o seu momento, a batalha terminou essa semana e com uma revelação e tanto.

Beelzebub começou a contar o passado de Oga e Furuichi e tivemos nossas primeiras surpresas sobre o passado.

E Naruto gastou muito tempo com bobagem e continua na lanterna. Compensou um pouco com o final do segundo capítulo.

One Piece dá uma pausa essa semana. Mais uma…eu sei. Só que já voltou por causa do atraso… o meu no caso… e achei o capítulo bom, porém confuso.

Com spoilers.

BLEACH (referente aos capítulos 509 e 510): Um capítulo que deu fim a luta entre Yamamoto e o falso Juha Bach, quem ele seria de fato?  Quando fiz a afirmação não tinha lido o 510. Agora já sabemos se tratar do Sternritter Y, Yourself, com seu passado contado no início do capítulo dessa semana.

Vimos toda a bankai de Yamamoto, o Norte chamado Tenchi Kaijin pois fim ao inimigo com um ataque, já que o exército de inimigos revividos através das cinzas eram uma defesa e tanto, mas estava sendo superada aos poucos pelo inimigo misterioso que se apresentava como o Rei.

 

Fora isso tivemos a explicação para o fato de não ter roubado a bankai do comandante. Os Quincy só podem fazer isso com as bankais que conhecem. O que leva a crer que há espiões quincys ou shinigamis para que tenham conhecimento de tantas bankais que eles roubaram. Levando em conta que Hitsugaya, por exemplo, é um shinigami novo, nos padrões da Soul Society.

Fato já levado ao chão quando o verdadeiro Juha Bach com a mesma aparência da réplica – sim ele ainda tem a fórmula do elixir da juventude – fala que só ele – o original – poderia roubar a Bankai do velho, como o fez. E atacou o Yama enfraquecido por uma batalha falsa. Será a queda do comandante?

Falando em bankai, um motivo para temerem (???) Ichigo foi dito, sua bankai pode evoluir e seria uma boa para que o protagonista quem sabe aprendesse técnicas novas para suas próximas batalhas.

Aí além de todas as reviravoltas que já esperávamos com a fala do final do 509, temos o alojamento da 1ª Divisão atacado, a revelação de que o Rei dos Quincy queria Aizen Sousuke, um dos cinco potenciais de guerra, somados a Ichigo e para alguns Zaraki, não tenho tanto certeza disso agora.

Aizen recusou o convite. Mas ele deve ter um papel importante a frente e isso já vale muito. Por que o personagem tem um potencial que foi esquecido pós suas infinitas transformações corporais.

Imagina que agora com a Bankai de Yamamoto e o sul, Juha pode invocar todos os shinigamis mortos por ele. Que devem ser muitos e trazer boas histórias.

Kubo e Amano continuam mesmo limpando o chão com os outros mangás da Jump.

KHR (referente aos capítulos 403 e 404): Com o retorno da bala do último desejo de morte vemos um Tsuna que dispensa seu Vongola Gear e mesmo assim tem suas chamas ampliadas.

Deixando a velocidade de Bermuda no chinelo e a acertando com toda a sua vontade. O cara de sapo parece sem saída e compara o dia em que ia morrer para Checker Face e criou a 8 ª chama com a habilidade de Tsuna. Que rebate dizendo que seu poder vinha da esperança.

O sacode continua e Bermuda revela sua técnica definitiva e ficamos contando os dias para a continuação.

 

Nem preciso contar tanto, com o atraso já sei o resultado. Tsuna venceu as Chamas da Noite, a velocidade da luz e por último destruiu o relógio de Jager. Isso sim é protagonismo explorado ao limite – e não estou falando isso como reclamação. O Tsuna em seus momentos de liderança sempre foi um personagem de altíssimo nível e chegou ao ápice com essa luta.

A vitória veio como Tsunomichi falou, mas com um gostinho de quero mais. A presença ali de carne e osso de Checker Face como Bermuda antecipou, rindo do fato de quererem derrotar para salvar os Arcobalenos atuais que iriam morrer com a transferência dos pacifiers.

O “vilão” não confirmou se a ideia de Bermuda e agora Tsuna e Reborn é real ou não. Só revela o porquê de não sentirem sua aura, o anel Segno. A hora que anel apareceu e lembrei na hora quem o tinha. Nada mais que o velho Kawahira que I-pin entregava Lamen e os ajudou no futuro.

O que virá daí? O que é verdade ou não nas palavras de Bermuda sobre a Batalha do Arco-Íris e a maldição dos Arcobalenos?

ONE PIECE (referente ao capítulo 683): O único capítulo de OP da resenha tem dois problemas iniciais, não fez jus a pausa a meu ver e foi muito enrolado com tantos cenários a trabalhar e personagens superlotando aquele laboratório.

A menina conversando com os guardas do laboratório sobre o dragão que viu normalmente como se fosse qualquer coisa menos uma prisioneira.

Luffy x Mone e seu poder sobre o gelo, que ficou mais claro agora. Acho que o Luffy mesmo não sendo o personagem mais esperto do mundo, está tomando sacode de todos os vilões até aqui. Então ele irá enfrentar o Novo Mundo, isso precisa melhorar, nem que seja com a ajuda de tutores como Law e Jimbe.

Aí tem as crianças correndo para pegar doces, Choper tentando contê-las com sua forma monstruosa, perdendo o efeito e sendo salvo pelo grupo que começa a se unir. Ao meu as crianças tinham sido trancadas em algum lugar após serem resgatadas e agora aparecerem aí nesse novo cenário livres, gigantes e soltas.

Tem Law que cada vez mais lembra Luffy tentando reaver o seu coração e tomando uma surra de Vergo. Que no final é interceptado por Smoker, que deseja sua vingança.

 

BEEL (referente aos capítulos 174 e 175): Começamos a ver o passado de Oga e Furuichi e tivemos uma surpresa ao conhecer a irmã mais velha do protagonista e antiga líder das Red Tail.

Oga já era um deliquente desde cedo, mas apanhava da irmã e Furuichi começou a se aproximar dele e resolveu ser seu amigo pelo pedido reforçado da irmã de Oga. O convidando para o seu primeiro confronto ainda no primário.

 

Behemoth explica que perdeu por que o corpo de Furuichi iria se despedaçar se usasse todo o seu poder. Dúvida respondida e novidades na trama até aqui.

No passado ficamos sabendo que Furuichi era muito mais resistente do que se imaginava, e que se impôs como a irmã de Oga pediu para ganhar sua amizade. Afinal o deliquente-protagonista achava que ele assustava os amigos, ou que os mesmos só o atrapalhavam ficando atrás dele e o impedindo de concentrar nas suas lutas.

Furuichi então disse que ficaria do seu lado. É estranho algo desse tipo nesse mangá, mas super comum em Shonen que prezam além da luta, a amizade entre os personagens.

E todos os derrotados por Furuichi voltam esperando revanche, logo depois que Oga declara que ele já era forte e não dependia dos lenços. Incluindo no pacote os 4 monges que só levaram surra até hoje só perdendo para o MK5 + Good Night.

 

NARUTO (referente aos capítulo 603 e 604): Quando começou a contar a história de Obito esperava muito mais que um capítulo que gastou um monte de página falando de fazer nº 2 e tal.

Do que foi dito só entendemos a longevidade de Obito pelos genes do Hashirama, o fato do seu braço ter ficado de forma líquida na luta contra o quarto. Da forma de sua máscara, a pior explicação possível já que um dos Zetsus tinha essa forma anteriormente e se anexou ao seu corpo para que pudesse sair da prisão e ir ajudar Kakashi e Rin. E só…

Isso mesmo não tem nada mais a se tirar desse capítulo. Kishimoto está longe de alcançar a qualidade dos outros mangás que estão em excelentes fases.

Continuando se juntássemos os dois capítulos em um teríamos o mesmo conteúdo, pouca informação nova sobre os Zetsus e Obito. E o desfecho com Kakashi acertando Rin, repetindo a cena com Haku e Zabuza lá no começo do mangá. Aí que está. Aquilo é real. Genjtusu. Zetsus disfarçados só para manter Obito amarrado a Madara e seus planos? Vamos saber isso, mas na velocidade lenta de Kishimoto. Que adora estender os flashbacks do seu personagem além do que deveria.

Até a próxima sessão

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s