Um tribunal banhado a sangue

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Fiz uma menção de Damages, numa matéria explicando do porquê não assistia The Good Wife, falando que o gênero não me agradava. Agora Damages voltou para sua 5ª e última temporada, e retomou o fôlego das três primeiras.

A série fala da advogada sem escrúpulos Patty Hewes que está envolvida numa causa coletiva contra o milionário Arthur Frobisher, interpretado por Ted Danson. Ela acaba contratando a recém-formada Ellen Parsons, com segundas intenções como sempre, já que a irmã do seu noivo seria peça chave na investigação.

A trama de todas as temporadas de Damages tem duas histórias paralelas, o caso em questão na linha de tempo presente por assim dizer e algo no passado/futuro, depende da temporada. Via flashback, com mistérios normalmente ligados aos casos. Um roteiro que trabalha isso de forma primorosa.

Quando a série acabar, faço um apanhado de tudo. Agora para a matéria não se estender além da conta, vou focar na 5ª temporada, nos dois primeiros episódios e só explicar o que precisa das anteriores.

Com spoilers.

A 5ª temporada começa com Ellen x Patty pela causa de Michael Hewes, filho de Patty que disputa a guarda da filha, agora com a advogada megera, tendo como única testemunha a seu favor, Ellen Parsons que sabe todos os podres de Patty, incluindo – sei que é spoilers de temporadas passadas, mas se estão vendo a atual, devem saber disso, que Patty mandou matar Ellen já na 1ª temporada da série e a mesma descobriu isso, mas nunca usou contra sua adversária.

O caso em questão da temporada não é esse, e sim de Channing McClaren dono de um site, inspirado no Wikileaks, afinal todas as tramas da série, são inspirados em casos reais, não seria diferente agora. Ele é acusado de vazar informações pessoais de uma informante, que entra em depressão e acaba sendo assassinada, não sabemos ainda por quem ou a mando de quem, para parecer suicídio.

Então Channing procura Patty antes do suicídio para defendê-lo contra as informações vazadas e ela o leva até Ellen. Que a primeira vista não aceita o caso, por ter acabado de abrir um escritório próprio e tal.

Patty já trabalhando do lado oposto e em seu plano master, procura por Naomi Walling para oferecer seus serviços processando Channing; a mulher não aceita, mas a filha parece disposta.  Só que Patty não pode fazer nada, se a mãe não aceitar. Logo depois Naomi é assassinada, mas fica parecendo que foi suicídio.

Mesmo se não for interferência direta de Patty, por que Damages além de tudo não costuma trabalhar com os  clichês, à causa leva Ellen x Patty a algo fora do tribunal na causa Walling x McClaren, o que impede judicialmente de Ellen testemunhar por Michael, ela se afasta e entra de cabeça no caso de Channing para vencer Patty.

No 2º episódio, temos Patty usando o que sabe fazer de melhor, para enganar Ellen magistralmente para que parecesse que o juiz do caso fosse um velho amigo de Hewes, sendo assim com a ajuda de Kate Franklin, sua nova escudeira e ex-funcionária de Patty, também elas conseguem um podre do juiz que se afasta, mas quem se dá mal é Ellen.

Além disso, Ellen descobre que Channing a enganou e conhecia Naomi Walling, ás esse que Bill não conseguiu descobrir para Patty.

Batalha empatada até agora, Ellen com a informação e Patty com o juiz.

Só que aí vem a segunda trama – três meses depois – onde temos Patty presa telefonando para alguém, Ellen aparentemente morta por cair de um prédio, a não ser que o roteiro tenha feito uma pegadinha grande como foi da 4ª temporada, acho que essa está mais para a trama de Tom da 3ª, Ellen foi empurrado pela silhueta misteriosa que surge no final do 5×02.

Poderia ser Michael, que não gostou que abandonasse sua causa, Channing para que Ellen não revele que ele conhecia Naomi, ou o seu assistente John, e tantos outros.

Respostas mesmas, dessa parte, em proporções menores, e esperar pelo final digno dessa temporada final, com o preço da morte de Ellen, mas a vingança dos escudeiros que ela está formando.

Até a próxima convocação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s