Carro voador será atração no Salão do Automóvel de NY

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

A última matéria que escrevi para esta sessão também foi sobre carros, mas não resisti. Primeiro um carro dirigido por cegos agora um que possa voar.

Lembra-se dos filmes clássicos dos anos 80, quando nos anos 2000 a ruas só teriam carro voadores.  Agora o futuro até então distante começa a se moldar.

O carro promete roubar as atenções no Salão de Nova York, que começa quarta-feira (04/04): o Transition. Ele é um carro-avião, com dois lugares, quatro rodas e asas retráteis. A Terrafugia, companhia de Massachusetts que o produz, tem se referido a ele como “aeronave trafegável” e, posteriormente, “avião de rua legal”. Mas considerando sua primeira aparição em um salão de automóveis, talvez seja mais simples chamá-lo pelo que ele é: um carro voador.

A Terrafugia e o seu Transition são assunto há anos, mas até agora, a empresa estava mais atrelada à comunidade da aviação. Entretanto, diz uma reportagem no site da Wired, o cofundador e CEO da Terrafugia, Carl Dietrich, percebendo quem são as pessoas que já fizeram pedidos de compra do carro voador, começou a pensar que valia a pena olhar para fora deste mundo de pilotos. O preço do carro voador? US$ 279 mil, equivalente a quase R$ 509 mil.

“Percebemos em nossa carteira de pedidos que, na verdade, há um número bem razoável de pessoas que não são pilotos fazendo depósitos para encomendar um Transition”, disse.

Assim, a companhia chega ao Salão de Nova York (que está aberto ao público de 6 a 15 de abril) para avaliar o interesse do setor não-piloto do público em um carro voador. Eles esperam que um carro que voa possa criar mais pilotos ou interessados em pilotar e, principalmente, gerar novos clientes.

O desenvolvimento do Transition está em franco progresso e no mês passado a Terrafugia completou o primeiro voo do protótipo de produção. Dietrich espera continuar os testes de voo ao longo de 2012 e começar as entregas no próximo ano.

Acho que o único problema do carro é se destinado a pilotos, porque assim fica muito restrito, temos infinitos motoristas espalhados pelo mundo, já pilotos, bem menos.

Ficamos na espera de termos no futuro cenas com vários carros voando como nos filmes de ficção.

Fonte: Terra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s