O amor não vem em frascos

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Depois do hiatus restava saber o que o episódio após as revelações do Observador iria trazer um filler, o andamento da história com as respostas ou um pouco dos dois. Um filler genérico que não me agradou e respostas. Para quem reclamava elas chegaram.

Com spoilers do episódio 4×15.

Começamos com Olivia abalada após as palavras finais de Peter no 4×14 com medo de escolher a Olivia errada de novo, sem entender que September já havia dado a resposta a sua dúvida. Ela conversa com Nina – que agora sabemos ser a real o tempo todo, ou não – que está esquecendo-se das suas “reais” memórias e que pedirá ajuda a Walter, porque como Peter se afastou não tem mais porquê deixar tudo correr como imaginava que faria.

O caso da semana começa a ser explorado a seguir antes dos créditos, um cara todo queimado – o cientista da vez – que parece ter perdido o amor da sua vida, tenta encontrar uma fórmula para a poção do amor. Como?

Ele mata o marido numa câmera que desidrata a pessoa e junto um composto com o nome de castóreo, super fedido ao feromônios deixados pelo marido. Resultado. Ele consegue conquistar por segundos as mulheres dos homens que matou, só que o perfume do amor só dura segundos e depois ele acaba matando as fêmeas da relação.

História sem pé nem cabeça, vilão não humanizado como normalmente é feito na série, só para pegar no plot de que as novas memórias de Olivia eram uma forma de amor verdadeiro, que o vilão tanto buscava.

Aí temos o verdadeiro foco do episódio que começa com a gravação do Ursinho Testemunha de Walter que gravou o sumiço do Observador e com um aparelho que amplia os efeitos de luzes do vídeo é possível ver que vários observadores levaram September, e que o mesmo colocou algo no olho de Peter.

Descobrimos ser uma lente com um endereço que segundo Walter se tornaria uma memória ocular e ficaria no seu cérebro mesmo sem explicação após a dissolução da lente.  Peter não consegue resistir e vai até o local em si. E lá descobre o apartamento de September com centenas de jornais com eventos históricos importantes e uma antiga radiola, com sua mala oculta.

Na mala o seu binóculo incomum já usado na série e uma espécie de detector que leva Peter até uma peça mostrada pela primeira vez na 1ª Temporada, episódio 4, Arrival, que parece um míssil que sai ou entra na terra com um pequeno abalo sísmico. Peter encontra o que mais tarde sabemos ser um sinalizador.

Olivia resolve o caso prende o homem e descobre que não quer mais apagar as memórias com Peter e pede a Nina que recupere a relação das duas no caso de esquecê-la. E Lee fica chupando dedo novamente nesta realidade quando Olivia escolhe Peter.

Peter consegue de forma misteriosa ligar o sinalizador e September reaparece envolto numa luz azulada, fala que foi levado para fora desse plano por seus companheiros cientistas, e que o sinalizador ajudou a achar o caminho de volta e revela que…

… Peter sempre esteve em casa. Que as lembranças ou “amor” – palavra que o cientista parece não entender ao certo – o impediu de ser apagado por completo, e seu amor o trouxe de volta assim como as memórias originais de Olivia, a verdadeira.

Esta é a realidade A e B, que conhecemos desde o começo da série, não uma nova, só que sem as lembranças de Peter, o mesmo com a revelação antes de pensar em uma solução para o caso corre para os braços de Olivia.

September some de novo e o sinalizador destrói a casa de Peter e volta para onde veio.

Um problema resolvido resta os outros. O plano de Robert Jones, os novos shapeshifters, a descoberta de Broyles Lado B como traidor e como trazer as memórias dos outros sobre Peter de volta.

Temos 7 capítulos antes do final da temporada e lembrem-se.

#SaveFringe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s