Um mar cheio de mistérios

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Não vou me extender na introdução, esta matéria cobre os capítulos das issues 15 e 16 da Jump, com dois capítulos de cada, exceto por Bleach que teve uma ausência não avisada pela revista, mas provavelmente volta esta semana.

A partir da semana que vem teremos só cinco mangás fixos aqui, sim HXH volta a seus hiatus de tempo indeterminado. Se não sabia, sei que é triste, mas não tem jeito.

Com spoilers.

One Piece (referente aos capítulos 659 e 660): Cada vez o cenário cresce e os acontecimentos de dois anos atrás e de tempo presente vão se conectando. Gosto também do Oda aproveitando um micro quadro para explicar como é a ilha de Punk Hazard dividida em chamas e gelo e a localização de cada um dos grupos.

Vamos a eles. Ruffy e seu grupo tem de ultrapassar o lago de fogo/gelo e Usopp dá um jeito com uma planta que vira um Banana Boat e com remos inspirados no símbolo dos Uchichas de Naruto, olha o Oda dando uma força para o Kishimoto.

Eles são perseguidos pelo Centauro bizarro e se deparam com o líder e outros centauros que ficam nas sombras e parecem estar atacando os Mugiwaras só pelo fato de acharem que Zoro é o samurai que atacou seus aliados.

Nami e Choper só mostraram os dois correndo com as crianças e tentando encontrar a saída. Enquanto os vilões com roupa de segurança se revelam homens ovelhas, como o mordomo de Kaya, será? E descobrem que Frank é a criatura modificada que conseguiu destruir a sala onde foram presos.

Brooke enfrenta o que parece ser a terceira parte do samurai, que com certeza agora já sabemos quem o separou, nada mais nada menos que Law, que parece comandar a ilha e agora é um dos Shichibukais  novos, desafiando Smoker por invandir suas terras.

Sob o sumiço do gás que estava na ilha, tenho uma teoria de que o gás em si era uma pessoa que hoje é o líder do esquadrão que sequestrou os mugiwaras e parece temer Smoker e estar realizando algum experimento científico no laboratório, contra a mencionada “doença” das crianças.

Viu  isso que é bom em OP ler algumas páginas e já começar a teorizar e errar 90% das vezes, por que não alcaçamos o padrão de raciocício do Oda.

O segundo capítulo foi além, vimos a fuga dos grupo de Nami e Cia com as crianças, os corpos congelados no teto e chão do local, que me lembraram prisioneiros.

Ficamos sabendo que os guardas eram homens-cabras mesmo, e que a ilha parece ter vários tipos de quimera, que as crianças foram deixados por seus pais para tratarem de doença e que o líder da base é Law.

Que desafia a Marinha, primeiro falando que não há mais ninguém ali, que o lugar é o sua casa de férias. Mas sendo pego desprevenido pelo grupo em fuga que denuncia a invasão.

Sem saída devido as suas palavras o Ouka Shichibukai usa seus poderes e começa a dividir o navio da marinha e o rio que o trouxe até ali, os marinheiros ficam aparados e o único que mostra coragem é Smoker.

Batalha de alto nível entre dois possíveis inimigos, porque Law não é de fato um aliado dos Mugiwaras, por mais que já os tenha ajudado duas vezes, ele parece querer preservar o local, que será denunciado pela Marinha se a mesma for embora.

HxH (referente aos capítulos 339 e 340): O quadro logo abaixo merece meu respeito, falo tão mal do traço de Togashi e gostei dessa página em questão.

Fora isso é hora de tirar o chapéu mesmo depois de ler todos os mangás da semana e todos foram bons. É hora de colocar o Mestre Togashi em seu devido lugar.

Primeiro ficamos sabendo que sair para “fora” não é tão simples, e não deveria mesmo, é preciso de 4 requisitos: autorização, uma rota, qualificação e um contrato.

O engraçado é o tempo que Ging é Hunter e diz não ter nada disso, deve ser mais preguiça do mesmo que oportunidade. Pai e filho dividindo experiências Hunters depois de tanto tempo também foi muito bom, é como se o objetivo máximo de Gon até aqui fosse alcançado.

Killua tem amigos, Gon encontrou o pai, Leorio está se formando em Medicina, falta só a conclusão da vingança de Kurapika e da tribo dos Kurutas, que parece estar se emcaminhando com as duas páginas onde um dos personagens mais fodas do mangá finalmente resolve dar o ar da graça.

Depois disso as cenas simbólicas que completam o capítulo, com a garrafa e vinho comprada em homenagem a Netero, Gon vendo o voo dos pássaros, o grupo da foto acima ainda com significado oculto, se é uma cena para compor só ou algo no futuro, os principais personagens recebendo a foto da lua, o túmulo de Goto e o que parece ser uma farsa para que Killua não saiba da morte do mordomo com a ajuda do homem-coelho.

E a cena final como se a câmera de um filme fosse se aproximando – palmas para Togashi até mostrar Komugi e Meruen, mortos de mãos dados e as peças do jogo que os reuniu.

Com todos os arcos abertos com a Saga das Formigas Quimeras, novos irão começar com uma missão dada pelo Zodíaco.

Dedos cruzados para não ter hiatus e a semana passar rápido.

Mantive a frase acima, porque parece que estava prevendo isto e a matéria deveria ser só do capítulo 339, mas atrasou, para variar.

Ao capítulo 340, Zodíaco em reunião interrompida por Maemen-san, o vice antigo de Netero, que mostra o vídeo de Beyond Netero, o suposto filho do antigo presidente da Associação Hunter, que indo contra todas a burocracia do V5, os cinco continentes do Mundo Hunter como conhecíamos, resolve convocar pessoas para ir para o Continente Negro.

O Continente Negro é o “além” que Ging explicou para Gon nos últimos capítulos. Ir lá além das regras apresentadas pelo pai do protagonista, parece ser proibido de ir segundo lendas antigas.

A confusão generalizada permitida pelo rei de Kakin com o auxílio de Beyond, leva Cheadle a declarar que Pariston e Ging pediram para sair do Zodíaco, para poder ver o 2º DVD que Netero deixou e a missão de caçar o suposto filho de seu antigo presidente.

Resta saber o conteúdo da mensagem, quem são os personagens do grupo que Beyond já reuniu e inclui Pariston, só que espera poderá ser longa afinal Togashi vai fazer mais uma pausa. A Jump deveria deixar em rédeas curtas, mas com medo do mestre abandonar uma história intricada como essa, o deixa a Deus dará.

Até lá quando for. Sniff. Sniff.

Bleach (referente ao capítulo 484): O capítulo foi bom, teve revelações, estou sendo levado junto a nova saga, que supera de longe os Fullbringers, com um início promissor.

Mais temos o Kubo criando a história e aí vamos a análise das primeiras páginas, muitas cenas para nada, o Yamamoto pode saber quem é o Vandereich, nós não, e eles não vão responder, então porque fazer isso. Acho que o velho Yama não sabe quem eles são, talvez o Mayuri.

Épicos eles são para começar encarrando o líder supremo e deixando ele no vácuo mesmo com um Zanpakutou que incinera tudo e todos.

A seguir temos a fala do Sasakibe que ainda não partiu – que diz eles podem… Bankai, como assim tenente, eles tem Bankai, eles anulam Bankai como tentaram fazer com Ichigo, esse pessoal do mangá não nos ajuda.

O tenente ainda deve ser curado para durar um pouco ou até mais que imaginamos, já que se trata de Bleach onde como já estão todos mortos ninguém chega a morte absoluta, só os vilões e alguns no passado como o Kaien.

Voltamos a Ichigo, e Ivan está destruído por um Getsuga Tenshou de Bankai no novo Ichigo 2.0, o qual só vimos na saga do Fullbringers e ainda não temos com o que comparar. Ou o inimigo era fraco – era inimigo de fato como vemos no final do capítulo – ou é vulnerável a Bankai. E Ichigo quebrou o seu artefato anulador de Bankais.

No final ele é levado pela sombra que não é um Garganta igual a do Hueco Mundo. Conhecemos a base inimiga rascunhada por Kubo em Repeat & Reboot, que ficou muito maneira. No desenho o Kubo manda bem demais.

Ainda não sabemos onde ela fica, mas vemos a conexão entre os invasores da Soul Society, Ivan e o barbudo, do título, o líder do grupo chamado de Rei.

Tivemos a revelação do rosto de um dos mascarados, um pouco de Grimjow e Byakuya, pelo cabelo com telhas, que além do visual sofreu as consequências do 6º Espada, ao perder o braço. Como ainda não entendi? Bleach é especialista em arrancar… sem piadinhas… braços.

Como assim o rei não gosta de brigas. Rei do Império. Que império é esse? Ficou empolgado com as perguntas, só espero que algumas das respostas acumuladas tenham resposta cedo ou tarde, afinal este é o arco final.

KHR (referente aos capítulos 376 e 377):   O time Skull foi realmente todo derrotado pela Vindice e o arcabaleno da chupeta transparente de nome Bermuda.

Só que eles não quebraram os relógios e sim os roubaram entrando no jogo com a autorização do Checker Face como Tsunimichi o chama.

Os times Uni e Fon foram derrotados de fato. O time de Mammon enfraquecido devido aos ataques de Hibari agora só tendo ele e Xanxus. E o time completo depois do novo time de Bermuda é a de Tsuna com dois relógios sobrando. Afinal só ele, Yamamoto, Gokudera e Dino estão no time.

Ainda vejo chances de Hibari se tornar um membro do time Tsuna só para continuar suas lutas contra Mukuro e Xanxus, e não por ser um guardião Vongola.

O capítulo seguinte foi curto em questão de conteúdo, primeiro com a  previsão de Uni não conseguindo alcançar o futuro devido a interferência de Checker Face.

Seguido da visita a todos no hospital que parecem estar fora de perigo, como era de esperar de Reborn, que não tem tendência a matar ninguém, nem mesmo Byakuran morreu pelo que ficamos sabendo.

E depois já quebrando as regras o time de Bermuda ataca os quatro adversários restantes, antes mesmo de Tsuna ver sobre o pedido de Chrome para entrar no time de Reborn.

Que sumiu sem ir a reunião dos Arcobalenos, os times estão expostos e agora qual será a próxima surpresa de Amano.

Naruto (referente aos capítulos 577 e 578):  Este capítulo por mais que tenha se focado ali na luta sem soluções, ainda desenvolveu uma parte da história, que pode ser usada em breve e devido a isso merece um pouco de crédito, mas perto dos outros a posição não poderia ser melhor.

Tsunade falando das regras médicas, da sua técnica especial que quase a levou a morte, ênfase no quase, da última vez que usou. E que pode quebrar a regras por ter tal técnica.

Agora sem agir como curandeira, os 5 kages podem combar Madara de fato, só que mais tarde temos o noivo/marido de Tsunade Edo Tensei falando que ninguém nem mesmo todos os Kages juntos podem vencer Madara, só o primeiro tinha poder para isso e ele já foi revivido com esta técnica por Orochimaru e pelo que sabemos não pode voltar.

Então como se resolve isso cancelando o Edo Tensei, é o que Itachi quer com Sasuke ainda no seu pé, mas Kabutomaru fala que não irá cancelar a técnica e mesmo se morrer ele continuar sob as últimas ordens. Eu o mataria só ver se isso mesmo. Mas?

Voltando a batalha, Tsunade aparentemente consegue quebrar com a ajuda dos outros a barreira do Susano´o e Garra prende o vilão, mas era o bushin perfeito feito com Mukuton que enganhou todos menos  o próprio Madara que aproveita e dá um backstab em Tsunade atravessando seu abdômen com uma arma da sua invocação.

Sasuke mesmo com o jutsu de fuga do irmão chega e escuta aquilo. Será que sairá do seu surto psicótico e tentará ajudar de alguma forma a Aliança Ninja a vencer Madara agora com Tsunade nas últimas e o Madara Imortal x 2 lá para vencer.

Como falei só de ter um pouco de desenvolvimento de história além da porradaria este capítulo ganhou alguns créditos.

O capítulo que seguiu ainda teve mais créditos que o primeiro, Tsunade continua firme e forte e já se recuperou do ataque de Madara, eles falaram que podem vencê-lo com os números e o mesmo criou clones de madeira para derrotá-los.

Enquanto isso Sasuke assume uma posição na guerra indo com Itachi contra Kabutomaru para parar o Edo Tensei, usando o Tsukoyomi do irmão mais velho, que explica que a falha no Edo Tensei, é o próprio que está livre dos controles de Kabutomaru.

Mesmo com poucos parágrafos e acontecimentos, este capítulo mostrou uma nova vertente da história que pode elevar o nível da guerra, que andava meio caída, fazia um bom tempo.

Beel (referente aos capítulos 147 e 148): O capítulo além de comemorar os 3 anos de publicação do mangá, ficou centrado na viagem de avião como os alunos oficiais de St. Ishiyama e os intrusos, com Oga e Cia.

Vou engraçado no avião, o exagero de Toujou, Futaba e o líder da Yakuza viajando como Kanzaki, a chegada lá, com Kunieda já estressando com Oga na contagem.

E depois o aparecimento de outra escola de delinquentes, muito comum no universo do mangá tentando intimidar as pessoas erradas e tomando aquela surra e o personagem misterioso com o bebê nas costas no final. Quem é, alguém a aleatório ou a semente para um novo arco de fato que ainda não apareceu.

Izou Aiba, até onde pareceu o novo personagem é só uma força motriz do arco da viagem, forte, que controla os delinquentes, carrega a “irmã” bebê nas costas e veio para se insinuar com Kunieda a contragosto das Red Tails.

E o Touhoushinki de baixa qualidade dos adversários, quando Kanzaki vai procurar uma máquina para os seus iogurtes. Os inimigos ali, além de Izou Aiba parecem não dar nem para o gasto.

E no final temos o novo personagem perguntando a Oga onde é o quarto de Aoi e falando que Chi, sua irmã está encantada por Beel.

Parece que não é um novo arco e sim apenas personagens para mover esse mesmo.

Até breve com os novos capítulos semanais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s