Futuros incertos

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Hoje vou deixar alguns capítulos que já saíram em inglês de lado nesta matéria, como o 51 de Magico e os dois primeiros de Outono de Silver Spoon só para adiantar o conteúdo. Toriko só tem um capítulo porque teve um hiato semana passada. De resto tudo ok.

Volto com os capítulos semanais de FT, Toriko e Bakuman e os mencionados acima de Magico e Silver Spoon, e até com ST&RS se algo novo tiver saído até lá.

Com spoilers.

FT (referente aos capítulos 274 e 275): A luta já acabou. Foi à primeira reação ao capítulo. Depois tive que entender o porquê do favorito dos fãs – pelo menos – não ganhar se Gerard pudesse usar seus poderes de fato e não os “poderes afetados” de Mystogan, ele venceria fácil, mas…

Sua batalha com Jura, mesmo em poucas páginas mostrou o potencial dos dois personagens com poderes que o Mago Santo da Lamia Scale já tinha mostrado no Arco de Oracion Seis e novos. E a velocidade de Gerad para esquivar de paredes e pilares de pedra, o que pegou mesmo foi o uso limitado de magias.

O que ocasionou no final super forçado com Ultear usando a magia de Meredy para derrubar o mesmo com pimenta e risadas, isso foi humilhação demais, porém serviu as propósitos de ainda não revelar que há um infiltrado no torneio.

Rodada acabou com as Fairy Tail A e B lá na lanterna e a Sabertooth e Raven Tail disputando as primeiras posições.

E ainda teve dois mistérios acrescentados ao capítulo, como cabem eventos na obra de Mashima, primeiro a frase de Arcadias, o chefe do Esquadrão dos Cavaleiros Sagrados falando que ela está começando amadurecer, o que seria isso? E a premonição de Charle que parece uma mensagem póstuma de Lucy.

Não acredito na morte da personagem. Pode ser só um truque narrativo, ou uma aparente morte ligado à fala secreta de Arcadias.

O capítulo 275 teve um início diferente, um corte de um dia para o outro do torneio, com Gray e Lucy se recuperando de suas derrotas com a ajuda dos amigos, o pensamento de Juvia com os dois depressivos e num romance, e o Mestre falando que vão virar o jogo.

O rei definindo o rumo dos torneios ao lado do cavaleiro. Pedindo a participação de Sting e Rogue, seria alguém ligado aos Dragonslayers e depois uma luta entre Bacchus e pelo entendi Elfman. E uma nova frase de Arcadias “Aquilo vai se completar”. O Mashima e os seus mistérios.

Descobrimos logo à frente quem é Bacchus, um mestre de kung fu bêbado, que vence Kana nunca competição de bebida e derruba Macao e Wakaba – Bacchus no caso é um membro da Quatro Cerberus, então talvez até as guildas que achei serem as menores terão função e apoio do rei.

Ao final voltamos à visão de Charle que dessa vez divide o que viu com Porlyusica: um cavaleiro branco, uma grande quantidade de magia, a cidade de Mercurius desabando e Lucy cantando algo.

Como assim? Será que Lucy tem algum poder desconhecido que está para despertar. Afinal ela sempre esteve entre os protagonistas, é a narradora da história, mas em batalha nunca foi a mais forte. Talvez o mangaka esteja aprontando alguma.

A trama parece levar sempre a Lucy. A única certeza até aqui.

Toriko (referente ao capítulo 179): Só de ter o nome do capítulo, o que já era previsto no último já me dei por satisfeito “Ehou Maki Completo”.

A cara de Monchy era bizarro, mas cozinhar num ringue não era esperado, mesmo totalmente condizendo com o universo, era esperar a previsão que levaria ao ingrediente de fato no Templo Shokurin e a um novo arco maior, assim espero.

 

O Ehou Maki pronto depois de 2 dias de surra, indica a direção e a com o esfomeado Toriko ele vai comendo o prato enquanto caminha.

O ingrediente novo é revelado a Fruta Bolha que está na “Floresta Perdida”, a maior floresta do Mundo Humano que anula campos magnéticos e por isso não pode utilizar bússola lá dentro, mas o Ehou Maki irá guiá-los.

Até que seu guia é cortado por uma espaço enorme na floresta, Toriko vê alguém roubando o Ehou Maki e acabam encontrando a Cozinha Desaparecida, um restaurante 10 Estrelas perdido na Floresta Esquecida com alguém a espreita.

Bakuman (referente aos capítulos 170 e 171): Dois capítulos ainda centrados na saga da dubladora da Naho, no primeiro a equipe do anime resolve fazer uma competição pública para escolher a dubladora, o que até faz sentido assim não poderia dizer que a escolha foi feita baseada em Mashiro, seu namorado.

A seguir temos as dubladoras concorrentes em oposição à mãe e irmã de Azuki dando força para que ela tenha sorte.

O início da competição e vez de Azuki que nem abriu o roteiro, porque já conhece a história de Ashirogi Muto de cor e têm os dois volumes decorados.

A vantagem de Bakuman é esta, podemos ter a vitória do casal protagonista agora ou apenas mais um obstáculo para passar lá na frente, tendo de pensar em outra saída para que o casal cumpra a promessa.

Acredito que dessa vez vai, criar uma nova história para que ela possa fazer um anime a esta altura seria só arrastar o mangá que anda meio esgotado nesse sentido a tempo.

Tem horas que obras precisam ser fechadas e de Bakuman parece próxima.

Magico (referente ao capítulo 50): Entre altos e baixo, Magico alcança o seu capítulo 50, o que indica que está próximo de fazer sua comemoração de um ano de publicação.

Shion e Emma estão no banquete que os vencedores do torneio dão em homenagem a vitória, enquanto a garota comemora a comida e a casa cheia, seu marido ainda mais depressivo depois de perder suas memórias não gosta da casa cheia e expulsa alguns dos convidados a vassouradas, literalmente.

 

Luu e Musashi procuram pela casa e encontram várias salas diferentes e até passagens secretas.

Enquanto Juubei e sua esposa constroem sua casa dentro de Sieg, imunes da maldição do clã.

Shion sai da festa e se encontra com Kyuutosu, o Attic Demon, que parece estar dormindo na casa por 50 anos e não sai de sua manta de cogumelo por causa do frio e resolve continuar sua soneca por mais 5 anos, quando é interrompido por um dos 3 Magos Lendários.

Ele escorraça o demônio como um rato, o mesmo tenta negociar com sua magia Sleep Beauting, que não interessa a Shion, já que ele quer a casa para dar continuidade a Magico e manter segura Echidna dentro de Emma. Tem tanto tempo que não escuto isso, já que o torneio durou séculos.

E aí o final decepciona com o que parece mais um combate entre o rato expulso e Shion. Devido a não poder ficar casa descansado o outro entra em modo berserck.

Até a próxima resenha

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s