Seres do espaço

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Para não deixar acumular de novo vou colocar em dia os capítulos em português e inglês dos seis mangás desta sessão Fairy Tail, Toriko, Bakuman, Magico, Silver Spoon e ST&RS.

P.S.: Eu tentei, mas já saíram capítulos novos dos 3 primeiros. Vou deixar lançarem pelo menos de mais um e faço nova matéria.

Com spoilers.

FT (referente ao capítulo 272): Não tinha entendido o que estava ameaçando Asuka e cheguei a cogitar que Lucy tinha sentido o personagem que apareceu no final do 271, mas eram os cabelos de Flare que fizeram Lucy pensar em desistir da luta.

Sei que em torneios nada é fácil para os protagonistas, mas eles estão ali cercados pela Raven Tail e pela Sabertooth, sem aliados na própria guilda que disputa posições com eles, e Gray teve uma derrota no primeiro round do Hidden e agora Lucy. Quero saber como será esta reviravolta, não imagina a FT em último lugar para sempre, será o protagonista que vai virar o jogo ou a mais apelona de todas que ainda não participou, sim falo de Erza.

E o pessoal da organização do evento está com algumas das guildas adversárias? Por que nem perceberam o ataque a Asuka e mais tarde a interferência de Obra.

O drama de Lucy na batalha sem poder utilizar suas habilidades e sendo ameaçada de ter sua marca da guilda coberta pela da Raven Tail parecia ser demais, quando Natsu vem salvar a história, com seus sentidos dracônicos, por assim dizer.

Tem horas que alguns mistérios do mangá reaparecem em pequenas cenas e fico lembrando quando Fried criou uma armadilha na Saga do Laxus e tanto Natsu quanto Gazille não podiam sair e a única restrição era relativa à idade. Não sei por que, mas tal cena me lembrou disso.

Aí tudo muda de figura, Lucy invoca Gemini – uma de suas chaves mais apelonas – tem espaço para a comédia e fanservice do capítulo com a Lucy clonada de toalha – e dispara o golpe “Urano Metria” que aprendeu com Hibiki durante a Saga do Oracion Seis.

Só que o estraga prazeres do Obra da Raven Tail anula a magia, Yajima dessa vez perceba a interferência assim como Makarov que desafia o filho líder da guilda rival.

Natsu fala para Lucy que ela mostrou o que podem fazer com os poderes adquiridos e que zero pontos só deixava a batalha mais interessante, e que eles vão virar o jogo. E eu acredito em Natsu.

Bakuman (referente aos capítulos 167 e 168): A história dos boatos continuou por estes dois episódios, e deve ser o foco principal até ser resolvido.

Conhecemos a equipe responsável pelo anime de Reversi e enquanto o produtor descarta o pedido de Mashiro de colocar Miho como dubladora de Naho, o diretor aceita que ela faça uma audição para ser avaliada.

Enquanto isso os boatos chegam aos ouvidos de Fukuda que descobre que a história de Mashiro e Azuki é a do one-shot de Aoki durante o festival dos romances de Jump.

Ele resolve então revelar que a história é real e o presidente do grupo onde Azuki trabalha reclama com o editor-chefe da Jump, que pede que Fukuda faça uma retratação e ele recusa.

Azuki vai à rádio a pedido do seu chefe para desmentir o romance, mas ao invés disso confirma sua história com Mashiro.

Vamos ver o desdobramento da história agora, ou tudo se resolve ou se complica mais e o sonho do casal fica distante novamente.

Silver Spoon (referente aos capítulos 30 e 31): Silver Spoon se superou nos dois capítulos especiais de ficção científica com a área 51 do Colégio Yezo.

A introdução com as luzes e os supostos ETs, o mistério só para Hachiken que obrigado a ir enquanto preferia ficar para os estudos dirigidos, o plano de fuga, a câmera que iria atrapalhar e é ultrapassada pelo lançamento de massa de pizza de Beppu.

Bepuu que deveria ficar para a contagem do colégio e deixa um gato e uma boneca de papelão, o alarme soa e o pessoal consegue fugir para a floresta, e numa versão de Cavaleiros do Zodíacos, os guerreiros vão sendo deixados para trás.

Primeiro é o próprio Bepuu que fica por que não consegue correr, depois Tokiwa que cai no chão e tem os fundos da calça rasgada, seguida de  Aikawa que fica para chamar a polícia e prender o sofrido ladrão de melancias que toma 3 golpes mortais. Hachiken continua seguindo em frente sem ter qualquer noção do porquê daquilo.

Depois é Koba que com sua técnica de beisebol fica para deter os cachorros na estrada.  E no final tudo por uma colheitadeira gigante, e todas as pistas eram falsas, até o nome área 51, era só o número do campo.

Os garotos pagam o castigo de limpar o banheiro só por 1 dia por terem pegado o ladrão de melancias e a foto do celular de Hachiken só ajuda a manter sua fama. Mesmo que Tamako fale que eles poderiam ter visto aquilo na sua fazenda.

Depois de uma pequena pausa de 1 semana, o mangá volta com os capítulos de Outono.

Magico (referente ao capítulo 47): Como gostei desse capítulo mesmo com a batalha Dragon Ball, afinal Faust foi derrotado em sua forma monstruosa ao gastar todo o seu poder mágico, mesmo que seu poder “Living Dead” tenha sido bloqueada pela Vassoura Enke.

As vassouras de Shion já se provaram épicas bloqueando até o sol neste torneio, e agora todas as peças voltaram a ser brancas quando Faust volta a ser humano e esta batalha acaba finalmente agora é esperar o final do arco e ver o caminho que o mangá tomará desta vez. Até lá.

Toriko (referente ao capítulo 177): Gostei da aparição rápida de Teppei,  das formiga café com leite lá, mas da bomba fedida para o Ehou Maki já é demais, como falei estes ingredientes para algo maior, parece que é uma maneira de enrolar o mangá, quero uma saga grande e bem feita, muita gente gostou do arco do cassino ou seria do Alho Meteoro, eu não me incluo neste grupo.

Fala sério que depois dos exemplos da vegetação apodrecendo a 100 km de raio, os peixes morrendo e os ursos acordando da hibernação, alguém em sã consciência ia querer pegar algo como isso. Imagino o Sunny ficando sabendo que Toriko chegou próximo deste ingrediente e nunca mais se aproximando dele.

A ideia de quanto mais fedorenta mais gostosa é impraticável, se fosse assim no universo de Toriko lixo poderia ser comestível – não duvidaria disso. E as caras, lembro da cara da Sopa do Século e agora esta do fedor. Shimakuburo consegue inserir doses de humor até na expressão dos personagens.  Isso pelo menos é um ponto positivo.

Nem tinha visto Sunny espumando no final do capítulo quando escrevi o parágrafo acima e o melhor foi Zonge jogando RPG no videogame e ignorando o cheiro, o cara é épico.

E o pior falaram que eles superaram o cheiro depois de um mês, que ficaram com o cheiro impregnado, mas não que comeram isso, só levaram para o Ehou Maki, toda esta jornada para isso. Coitado do Monchi.

ST&RS (referente ao capítulo 22): Neste capítulo ficamos sabendo o conteúdo da primeira mensagem da boca de Izumi depois que Shirafune desmaia após ver a luz vermelha que indica que recebeu uma mensagem.

Os líderes da ST&RS enquanto isso falam que dois mistérios a mais após a transmissão são problemas menores para os jornalistas, que acham um absurdo após ver a criatura nos monitores. Eles tem razão.

Os poderes da galáxia são definidos como por Izumi: memória, som e “mapa”, não entendi muito bem.

A transmissão de Marte começa a mostrar 3 cadeiras, assim como são os poderes da galáxia.  E eles concluem que Izumi tem o poder do “Som” e Shirafune o poder do “Mapa”.

Que a memória seria os conhecimentos da terra, o som uma forma de comunicação e o mapa o senso de distância espacial do protagonista.

O capítulo termina com Shirafune acordando e falando Marte. Espero que novas informações apareceram nos próximos capítulos para manter o ritmo.

Até os próximos capítulos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s