Um novo capítulo na história de Inpergoh – Início da Jornada (Arco da História Oculta)

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Hora de começar de fato a contar a história dos personagens apresentados nas duas primeiras matérias.  Seguindo de onde parei.

Zephaniah¹ segue com Kamali² e seus dois companheiros animais Morrigane (o corvo) e Slane (a serpente) para Glauben, a capital do reino de Benedetto – reino da fé, que fica a sudoeste do reino de Glaven, o reino selvagem. Para isso precisam passar pela Floresta de Fayas.

Devido ao inverno o topo das árvores características da floresta formada por pinheiros e abetos está coberto de neve, a Longa Chuva ainda deixou o clima mais frio, com uma brisa gelada que parece cortar a pele, a jornada se torna ainda mais lenta.

A Floresta de Fayas é extremamente fechada, com árvores altas, silenciosa, com o chão formado por terra clara, tem pequenas flores parasitas de cores variadas sob as árvores. É povoada por alguns monstros notívagos que só atacam em bando e quando sentem o inimigo vulnerável.

Os animais e monstros na floresta de Fayas estão acostumados a caçar só à noite. O caminho para Glauben não é comum a Kamali e muito menos a Zephaniah com isso a viagem demorará 10 dias.

Depois de diversos dias eles chegam à fronteira com Benedetto, a cidade diferente da floresta tem a temperatura bem mais baixa, as pessoas usam casacos pesados e as ruas são de blocos de pedras.

As casas também são de pedra com telhados feitos de telhas negras sempre lembrando o formato comum das Igrejas de Gamla Världen. A fronteira é protegida por um grupo de soldados com mantos pesados brancos e jóias. Os chamados Relíquias Divinas, os soldados da Igreja, ele parecem saber aqueles que carregam o mal e só pede que os animais fiquem na própria floresta durante a estadia de Zephaniah.

Eles parecem não ver Kamali.

Quando os obstáculos já não pareciam poucos, Kamali some, Zephaniah não quer entrar na cidade sozinho, mesmo porque não tem objetivo ali a não se repor seus mantimentos e consertar sua arma avariada em dois encontros no meio da floresta contra um Orc e um Crocodilo.  Seus animais não podem acompanhá-lo, e do nada algo cai do céu…

1 Zephaniah –  A descrição fica para a próxima oportunidade.

² Kamali – É  negro, tem 2,05m de altura, 125kg, usa apenas uma calça de couro em tom esverdeado escuro, um cinturão feito com um pedaço de couro vermelho, onde tem preso três machadinhas de ossos. Seus olhos são vermelhos, seu cabelo raspado tem coloração branca, nas costas ele tem uma tatuagem em tinta branca de um senhor com cabelos enrolados segurando um cajado.

Ahstan³ e Claire4  saindo da área praieira de Rauptasalick – capital do reino do comércio – os dois rumam para a região dos portos, para encontrar uma embarcação que podem pagar.

Depois de algumas horas de viagem eles chegam ao porto e o mesmo está vazio exceto por um único navio repleto de mercadorias, não parece um navio de passageiros.

Ahstan sente uma pressão na cabeça e vê uma seqüência de imagens que culmina com a seguinte: ele dorme num local fechado, a lua aparece na janela, marcando a noite, e alguém gira a fechadura e entra no quarto com uma adaga curva pingando veneno e vai à sua direção, num suspiro ele volta a si.

Ao despertar de sua visão ele avista um homem de casaco fechado mesmo sob o calor do continente que parece estar olhando para o navio.

Um navio é do tipo cargueiro é uma embarcação utilizada para o transporte de até 400 containers, estes navios facilmente recebem o título de maior meio de transporte já construído. Estas embarcações podem levar até 12 passageiros. Os cargueiros são cada vez mais dotados de meios tecnológicos e maquinaria de ponta que lhes transmite uma maior automatização. A tripulação para o navio navegar com tranqüilidade é de 35 pessoas, além é claro dos 12 passageiros.

A cidade comercial é dividida em três partes: a parte residencial com mansões de mais de 3 andares que disputam entre si a atenção dos turistas. A parte comercial onde está à Casa da Moeda, o Templo de Nordeaur (uma espécie Bolsa de Valores), a Casa de Registro Geral e o Grande Centro Comercial uma torre com 12 andares, sendo 2 deles subterrâneos, com um aquário decorativo menor que o de Arama – um reino turístico com muitas praias e atrações como aquários e parques aquáticos –  e uma grande piscina com água do mar tratada para diversão dos turistas.  E por último a área portuária de onde as mercadorias compradas saem da cidade indo para todos os continentes numa grande batalha entre as empresas marítimas.
Agora eles só precisam arrumar um meio de ser um dos tripulantes da embarcação e dinheiro para pagar pelo serviço.

3  Ahstan –Tem 1,81m, 77kg, cabelos loiro curto, olhos verdes, pele clara, usa calça preta e camisa de mangas longas brancas, sobretudo negro por cima de uma brunea, amarrado ao pulso está um pingente de cristal de gelo.

4 Claire – Tem 1,73m, 50kg, seus olhos são negros e seu cabelo é castanho dourado liso, longo e sempre soltos, ela usa vestidos curtos de tons azul e branco decorado com palavras de outros idiomas, por cima um manto marrom escuro.  Suas botas são pretas e ela sempre carrega uma mochila pesada com livros e pergaminhos caindo.

Lycan5 está no meio da tribo dos bárbaros dos Andakhara – a tribo das trevas – treinando, quando começa uma tromba d água, os animais da floresta parecem que sentem algo de errado e disparam para meio da tribo, os bárbaros tentam contê-los e o seu tutor o leva para um lugar seguro.

Você começa sentir que algo de errado está para acontecer e a terra começa a tremer, do chão se levantam criaturas de barro que tomam a forma de mãos e cabeças gigantes e abocanham alguns dos animais e destroem o vilarejo.

Seu tutor pede que siga por um caminho seguro e procure por um xamã de Jangala, a capital de Glaven, que ele ficaria aqui para ajudar os outros e mais tarde se encontraria com ele.

Seu corpo não sabe se o obedece a sua vontade de enfrentar o desconhecido ou cumprir as ordens de seu tutor, você pensa duas vezes, o que é muito raro e sai por onde ele o mandou.

Na floresta ao correr ele vê cinco pessoas de mãos dadas, parece que Lycan as conhece só não se lembra de onde, dos olhos dos cinco saem energia esverdeada, e você volta a si.

Sua viagem começa na Floresta Cinzenta, uma floresta com as folhas das árvores parecem de coloração cinza para o preto.

Depois de dias na mata você chega a Grande Árvore que marca o início de Jangala e a entrada para o primeiro tempo de Ullana, a Deusa da Natureza.

A cidade possui diversas cabanas, onde são trocados peças de caças, ervas, anotações, em algumas é possível ser curado, em outras distribuem alimento de graça na forma de carne recém assada em fogueiras que não param de queimar e frutas colhidas sob o solo abençoado.

Os elfos serão receptivos com Lycan até saber de quem se trata, nesta hora ele será tocado por um xamã que o arremessará num túnel de folhas e o mesmo despencará sobre…

5 Lycan – Se veste com roupas leves, calça de couro marrom desbotada, botas negras, usa um gibão de peles de urso que cobre o dorso deixando os braços expostos. Tem olhos violetas e cabelos alaranjados, 1,85m e 90kg.

A história continua em breve.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s