Abrindo portas…personagens nº3

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Depois de duas sessões com personagens de comédia, é hora de falar de uma série diferente, a homenagem de hoje é ao terceiro homem de Supernatural, Bob Singer, para quem leu as matérias da série sabe por que o assunto vem a calhar.

A matéria em si tem spoilers das temporadas anteriores e outro aviso quando chegar na 7ª e atual temporada. Avisados.

 

Robert Stephen “Bobby” Singer é um personagem fictício da CW  e de sua série Supernatural interpretado por Jim Beaver. Escolhido devido à sua relação de trabalho com o produtor executivo Robert Singer, Beaver fez sua primeira aparição no final da primeira temporada “Devil´s Trap”.

O ator acreditou que o papel seria apenas uma aparição do tipo “one-shot”, mas desde então se tornou um convidado recorrente na série, tendo aparecido em mais episódios que todos os outros convidados e até mais que Misha Collins – creditado no elenco nas temporadas 5 e 6  só perdendo em tempo de tela para Dean e Sam.

Apesar de fazer outras participações em séries e filmes, Beaver foi capaz de manter sua cota de aparições em Supernatural até a quarta temporada, com seu papel crescendo ainda mais para a história apocalíptica da quinta temporada.

O personagem é o típico rabugento de bom coração, era um Hunter de primeira classe que atuou com John Winchester, perdeu a mulher em serviço, nunca teve filhos e fez parceria com Rufus Turner  (Steven Williams). Bob sempre serviu com um pai para os Winchesters.

Rufus Turner

Bob é dono de uma serviço de guincho e oficina de automóveis que foi introduzido pela primeira vez no mundo Supernatural, quando sua esposa Karen foi possuída por um demônio. Conforme detalhado na terceira temporada episódio “Dream a Little Dream of Me”, ele tinha certeza de como salvá-la, e em vez disso acabou sendo forçado a matá-la. Sua morte levou-o a dedicar sua vida a caçar criaturas sobrenaturais.

Karen

Os irmãos Winchesters procuram a sua ajuda quando seu pai John é sequestrado por demônios. Com sua extensa coleção de livros sobre as criaturas sobrenaturais e recursos, Bobby mostra os irmãos como criar um Devil Trap com símbolos capazes de prender um demônio e depois iniciar seu exorcismo, a armadilha virou um clássico sempre presente dali para frente na série.

Depois da morte de John na estréia da segunda temporada, Bobby permite que os irmãos fiquem em sua casa para descansar e reconstruir o destruído Impala. Ele continua a ajudá-los durante toda a temporada, resgatando um Sam possesso por demônios e a lidar com um Trickster.

No final da segunda temporada  Bobby ajuda Dean a localizar um desaparecido Sam, mas quando o encontram ele é fatalmente esfaqueado  nas costas.[Bobby implora para Dean enterrar Sam, só que o irmão acaba vendendo sua alma para um demônio da encruzilhada que lhe dá um ano de vida.

Bobby auxilia o Winchesters toda a terceira temporada em sua guerra contra os demônios que recentemente escaparam do Portão do Inferno aberto por Azazel, o demônio de olhos amarelos  e os ajuda a rastrear Lilith  – uma poderosa demônio que detém o contrato de  Dean,  No entanto, eles são incapazes de detê-la, e Dean é enviado para o inferno.  Quando Dean misteriosamente retorna à vida depois de quatro meses  na estréia na quarta temporada “Lazarus Rising”, Bobby, a princípio acredita que ele é um demônio ou algum outro tipo de criatura sobrenatural.

Bobby faz vários testes em Dean para saber que o legítimo, em Supernatural não dá para confiar nas aparências. Bobby e Dean realizam um ritual para invocar a criatura que o ressuscitou, tal ser revela-se como o anjo Castiel.

É também Bobby que ajuda a prender Sam na Sala do Pânico quando o mesmo fica viciado em sangue de demônio durante a 4ª temporada. Sam escapa no episódio subsequente, e, confrontado com a escolha de atirar nele ou deixá-lo ir, Bobby escolhe o último.

Sam acaba provocando o Apocalipse com Lúcifer saindo de um jaula e Bobby que ajuda a encontrar a Espada de Miguel, mas tarde descobre que a Espada é o próprio Dean e que Sam era o receptáculo para Lúcifer e que os dois deveriam se confrontar no final.

Durante a 5ª temporada num ataque de Ruby que deixa Bobby possuído por um demônio ele é apunhalado e fica paralítico, sendo curado mais tarde por Crowley por sua alma, num pacto realizado com um “beijo” entre os dois. No final da temporada ele acaba sendo assassinado por Lúcifer e ressuscitado pelo novo Castiel. Como o Apocalipse acabou, Deus ressuscita Castiel, que por sua vez traz Bobby volta à vida.

Spoilers da 7ª temporada daqui para frente, leia por conta e risco.

No episódio, “How to Win Friends and Influence Monsters”, Bobby fica ferido após ser baleado por Dick com uma das balas atravessando seu cérebro. Ele passa o episódio seguinte, “Death´s Door”, o último exibido  em coma, tentando despertar e revelar o segredo que descobriu sobre o objetivo dos Leviatãs.

Apesar dos esforços para salvá-lo, Bobby desperta rapidamente e sua última palavra parecer ser “idjits”, uma espécie de xingamento próprio do personagem  depois de passar em uma sequência de números para Sam e Dean suas memórias que iam sendo apagadas durante o episódio pelo tiro na cabeça vão chegando ao fim e com elas vem um Reaper que pede que Bobby escolha ir com ele ou se tornar um fantasma que poderá até ajudar os Winchesters, mas seria caçado por outros Hunters.

A resposta a tal pergunta ficou no ar e será respondido no episódio de hoje à noite com o retorno de Supernatural nos EUA.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s