Bomba e Não Estou Nem Aí e Bomba e Falta Tempo para Assistir nº3

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Com a séries terminando e eu novamente sem tempo para colocar algumas delas em dia, vou voltar a sessão neutra de série como o “bomba” e as apresentações de série. E algumas novas aparecerão aqui nas próximas semanas.

Bomba e Não Estou Nem Aí

Já falei aqui que não tenho nada contra algumas séries procedurais, sou fã de House e de todas as franquias de CSI. Só que tem série que não consigo engolir nem o piloto.

A série de hoje fiquei conhecendo através de um DVD que veio junto a um Box de Série com 4 pilotos, um já conhecia, outro fiquei com vontade de assistir e 2 dropei só com o piloto. Uma delas é Criminal Minds.

 

O ritmo da série é muito lento, não gostei dos personagens de modo geral, nem mesmo do chefão com suas caras e bocas, e o pior de tudo o piloto termina sem pé nem cabeça e não continua no episódio 2.

Fiquei curioso fui pesquisar e minha decepção só aumentou mais com a série, e como a lista de séries boas só aumenta a cada temporada que passa deixar Criminal Minds de lá é só um bônus.

Para quem quer saber mais da série só para se arrepender depois, a sinopse.

Quando não há outras pistas para um caso em série, o FBI logo pede ajuda para a Unidade de Análise Comportamental em Quântico. Enquanto detetives comuns estudam as evidências de um crime, a unidade analisa o comportamento do criminoso para chegar a uma lista de suspeitos. Eles investigam o crime de dentro para fora — sem examinar as evidências no laboratório; ao invés disso, eles estudam o comportamento dos criminosos nas cenas dos crimes ou onde eles vivem ou trabalham, para descobrirem o que eles pensam.

Só com esta parte da sinopse já dá sono, continue.

Liderando a equipe está o agente especial Jason Gideon (Mandy Patinkin”Dead Like Me”, “Chicago Hope”), o principal analista comportamental do FBI. Os experts do time de Gideon incluem o agente especial Dr. Spencer Reid (Matthew Gray Gubler) , um típico gênio com um QI alto, que é atormentado pela ideia de acabar tornando-se esquizofrênico assim como a mãe Diana; o agente especial Aaron Hotcher (Thomas Gibson) , um homem de família capaz de ganhar a confiança das pessoas e descobrir seus segredos; o agente especial Derek Morgan (Shemar Moore, “Birds of Prey” – ótima referencência para carreira) , um especialista em crimes obsessivos; Ellen Greenway (Lola Glaudini, “Família Soprano”), uma agente que é motivada pela agressão não-resolvida que ela sofreu há alguns anos; Jennifer Jareau (A. J. Cook, “Premonição 2” – outra excelente referência para elenco da série) , uma especialista em contatos com a mídia; e Penelope Gacia (Kirsten Vangness) uma técnica em análise de dados e informática.

Cada membro da equipe une suas especialidades únicas enquanto eles apontam as motivações dos predadores e identificam seus gatilhos emocionais na tentativa de impedi-los.

Spoiler:

O que não acontece no piloto, tanta gente e não serve para nada

Bomba e Falta Tempo para Assistir

Quando se trata de algo sobre super-heróis com atores de verdade ficamos sempre com um pé atrás e não é para menos temos o Hulk do primeiro filme lutando contra Poodle Anabolizados, temos o Superman Return (brrgg), temos Heroes (que até começou bem, e só), temos X-Men 3 que só juntou um bando de mutante e faltou roteiro. Etc.

Só que a TV Inglesa sabe muito bem fazer histórias: Doctor Who é umas das provas cabais (outra hora falo de Doctor Who que costuma ter um especial de final de ano). Porém a série de hoje é Misfits.

Misfits fala de 5 delinquentes mandados para o serviço comunitário que durante uma tempestade elétrica e uma chuva de granizo adquirem poderes, sei que o Flash também adquiriu poder assim, nem tudo é original. No universo dos super-heróis tal feito é bem difícil.

Os jovens são Kelly que ganha a habilidade de ouvir os pensamentos dos outros – imagina isso na mão de um delinquente; Curtis pode voltar no tempo, mas sob certas condições, não vou falar porque as temporadas são super curtas e vou deixar que vocês vejam por conta própria; Alisha coloca as pessoas que toca em um frenesi sexual – é isso que leu mesmo e Simon pode tornar-se invisível – outro excelente poder para bandidos.

Além dos quatro tem Nathan que passa toda primeira temporada tentando descobrir se ganhou algum poder e qual seria. Descobri o poder do cara mesmo ser ver a série através de uma maldita foto spoiler e não vou fazer o mesmo.

Alisha, Curtis, Kelly, Nathan e Simon - estes eu faço questão de falar quem é quem

A série tem toda uma temática HBO, Showtime se é que me entendem, com liberdade para tratar dos mais variados temas e com “heróis” longe do padrão normal que se veem aí.

A série até o momento tem 3 temporadas, a primeira com 6 episódios, a segunda com 7 sendo um especial de natal (vide as séries inglesas e os especias de natal como falei acima) e a oitava que termina neste domingo dia 18/12 contando com oito episódios e uma especial – não de natal – que se eu falar mais vai ser spoiler, corre e assiste que é curtinha.

O que eu vi vale a pena, espero colocá-la em dia logo.

Até mais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s