A arte do combo em RPG

POR FELIPE VALADÃO

 

Esse costuma ser um tema sempre polêmico em RPG, e envolve inúmeras discussões.

Envolve por exemplo sobre qual o jeito correto de jogar RPG (tema que será abordado em outra matéria).

Mas enfim, fazer combo é uma arte ou apenas uma guerra armamentista?

Eu particularmente gosto de jogar visando “otimizar” um personagem. Se eu posso utilizar a regra a meu favor e fazer um personagem que pode cooperar de maneira positiva, porque não o fazer?

Aí esta uma boa discussão inicial. Os tipos de “combo”.

Esse é um combo bom!

 

Quando um jogador analisa com calma o livro e escolhe de maneira inteligente magias, pontos de perícias, talentos e similares, qual o problema?

Esse é um tipo de combo que poderíamos chamar de “estudado”. Afinal a cada nível que seu personagem ganha, você com calma analisou ponto a ponto.

Existe também aquele jogador que busca “burlar” a regra. Induz o narrador a deixá-lo fazer tal coisa, porque a regra esta “incorreta” e no ponto de vista dele o mais correto seria o seu ponto de vista.

E existem narradores que costumam cair nessa lábia (já presenciei vários). Vamos chamá-lo de combo “persuadido”.

E existe o “combador queridinho do narrador”. Aquele tipo de jogador aonde o narrador o ajuda a fazer o combo, ele nem precisa pedir. Por alguma razão alheia ao meu conhecimento, ele é aquele que ganha os itens mais “boladões”, os poderes mais “porretas” e claro XP (XP é um bom tema para ser discutido em matéria própria).

Mas e a discussão inicial. Combo é arte mesmo?

Existe escola de combo?

 

Quando eu disse acima que gosto de otimizar um personagem, não é simplesmente fazer um combo. Otimizar é no decorrer da aventura você melhorar o personagem. Mas aí você pensa, isso é combo. Não, não é. Otimizar é quase uma arte da “improvisação”. Diferente do “combador estudado” que a cada nível analisa com calma magias e similares apenas para ser o mais poderoso, otimizar é mudar o rumo do personagem de acordo com a aventura. Faz com que cada personagem tenha uma identidade própria. Pois se reparar bem, o combador costuma fazer personagens muito parecidos. Otimizar é mais que isso. Como disse, cada personagem é diferente. E otimizar não se restringe apenas a poder de luta. Otimizar é mais complexo.

Como exemplo vou citar meu personagem na nova aventura de SIF do companheiro de blog Leonardo. Não fiz um personagem para simplesmente lutar. Fiz um personagem altruísta, empreendedor. Para assim, além de lutar, ele ter uma “identidade”, ser conhecido por muitas coisas. Isso é a arte do combo, a qual transcende a mesmice e se torna uma identidade própria.

Se você gosta de jogar “combando” fique tranquilo, você também joga RPG de maneira correta.

2 comentários em “A arte do combo em RPG”

  1. Eu já fazia combos no AD&D, sempre fui advogado de regras, me divertia lendo todos os livros e descobrindo o que podia ser otimizado, qual magia era mais eficaz que a outra, esse tipo de coisas, uma vez eu fiz um Clérigo seguidor de Talos que era muito mal, e ele gostava de matar suas vítimas com muita tortura, de forma lenta e dolorosa, então inventei um combo muito simples, mandava a magia Constrição, o que fazia os inimigos ficarem presos ou diminuir sua velocidade, e depois mandava a magia Crescer Espinhos. Era uma morte cruel, mas funcionava, afetava vários inimigos de uma vez só e eu não precisava me preocupar mais com eles e podia seguir meu caminho, já derrotei uma tribo inteira de sahuagins.
    No D&D eu já fiz um Mago Anão, que tinha mais pontos de vida no primeiro nível que o Bárbaro do grupo, sendo que o dado de vida inicial era no máximo, não precisava rolar o dado de vida. Tudo usando talento, escola de pontos de constituição e Familiar que dava pontos de vida (sapo).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s