Um novo capítulo na história de Inpergoh

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Na matéria sobre raças de SIF na semana passada, falei que iria a começar a contar sobre a campanha que comecei recentemente, mas antes é necessário apresentar os personagens dos jogadores. Vou dividi-los em duas partes, já que são oito ao total, 4 deles hoje e quatro na próxima semana.


Os personagens serão apresentados na ordem alfabética de seus primeiros nomes:

AHSTAN RAINER LAUXENDRIECH

Ahstan é um guerreiro com altíssima presença, que sabe manejar um sabre arma comum entre os piratas e espadachins e possui um poder que lhe permite vislumbrar o futuro em determinados momentos, suas visão não são precisas e seu poder em si parece ser uma grande contradição, porque Ahstan não se lembra de praticamente nada de seu passado.

O jovem humano de 20 anos foi encontrado a margem de uma praia no reino comercial de Inpergoh, mundo onde acontece a aventura e tratado por um curiosa garota chamada Claire, que mesmo não tendo posses o ajudou nos 40 dias que ficou em coma desde que foi encontrado desfalecido na praia.

Claire é um barda que prefere cantar e dançar a tocar instrumentos e além disso tem um fanatismo por tudo que trata de história, e Ahstan sendo um livro em branco encontrou nele um companheiro para suas jornadas.

Ahstan só tinha com eles dois objetos e uma lembrança que o levaram a decidir qual caminho irá tomar. Um deles um pingente feito de cristal de gelo, que ele vagamente lembra ter sido entregue por um amigo, do qual não se recorda mais , o sobrenome Lauxendriech vem da imagem de alguém contra a luz falando “Vamos, Lauxendriech”.

Já seu nome do mesmo foi apenas adicionado por um bilhete que estava em seu casaco “…Ao Senhor…Rainer…espero que…Para isso, v…Procure o…cális…Boa viag…”.

Cális é uma organização fechada formada por cinco homens ou mulheres com vestes monocromáticas que carregam algum significado e que guiam as pessoas por tais caminhos, são muito raros de ser encontrados, mas todos os detalhes da história indicam Tiakong como seu lar.

Tiakong fica na parte oriental do mundo. Bem distante de onde eles estavam, que comece a jornada de Claire e Ahstan.

O pingente de cristal de gelo

FABREGAS

Fabregas é o mais jovem do grupo saiu de um vilarejo em Fem, o reino da Forja, conhecido como o vilarejo de Hefestus, por ser próximo a cidade. Num dia ele estava fazendo suas tarefas diárias próxima a sua vila quando encontrou corpos que pareciam ser de uma luta recente.

Ao procurar entre os corpos, afinal ele era de um cidade pobre encontrou bem escondido um pacote com um pedaço de metal que não conhecia, começou a estudar sobre aquilo e também a treinar sozinho talentos que achava necessário como arremesso de adagas, sobrevivência, punga, leitura labial e até exercitar sua memória para guardar detalhes.

Em Hefestus e redondeza descobriu que ninguém conhecia o metal, mas que o mesmo parecia parte de algo maior. Com um pedaço de um outro metal esverdeado desconhecido descobriu que um atraia o outro e pesquisou onde poderia achar um peça maior do metal verde e descobriu o que o mesmo só poderia ser minerado em Vandalur, a cidade artificial de Valtamerien no reino da magia.

Depois de um tempo coletando o dinheiro que necessitava ele partiu através de um trem que utiliza magia de teletransporte para o outro continente e lá começou a montar o quebra-cabeças de sua vida.

Metal encontrado por Fabregas

JACQUES COUSTEAU

Obs.: sim são os jogadores que escolhem os nomes e eu não interfiro

Jacques é de família rica de comerciantes de Kaupellinen, o reino do comércio e há alguns meses fundou sua primeira companhia própria, que leva grandes cargas em um navio comercial mais moderno que existe.

Jacques mesmo sendo rico sempre teve amigos menos afortunados por perto, entre eles está Yves, um mago recém graduado que o ajuda junto a seus negócios, e o comerciante também o ajuda.

O mais novo navegador tem grande planos de expandir seus negócios usando dos reinos maior tecnologia do mundo, Symia e Majien, em Symia o reino da alquimia ele tem um grupo que cria objetos que misturam magia, alquimia e tecnologia sob suas ordens, o líder do grupo é Hermes Turms.

Jacques anda tendo visões com um grupo de três pessoas que nunca viu e tais visões andam se intensificando e talvez queira dizer que o futuro do navegador não estará preso só ao mar.

Navio de Jacques

KATSULEE

O último dos personagens de hoje tem 17 anos também vem de família rica de comerciantes de Tiakong com restaurantes e SPAs, mas resolveu seguir o caminho da natureza e treinar como ranger.

Durante seu treinamento na selva se adaptou melhor do que na cidade, já que devido a sua raça, Katsulee é um serenge tigre, em sua cidade os licantropos são vistos com maus olhos.

No retorno a sua cidade acabou descobrindo sobre partes da cidade destruída misteriosamente e começou a investigar e logo chegou ao Clã das Sombras, um grupo que controla guildas de ladino e diversos mercados negros ao redor do mundo.

Katsulee mal voltou a cidade e estava no centro de um furacão.

Katsulee e sua forma animal

Uma consideração sobre “Um novo capítulo na história de Inpergoh”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s