Top 13 – Parte 2 – Mala Suerte

POR LEONARDO “SILVERBOLT” DIAS

Há pouco tempo fiz um top sobre catástrofe e o dia 11, hoje o tema é um pouco mais abrangente envolve histórias ou imagens de pessoas que não deveriam sair de casa, não só naquele dia como você vai perceber.

A “mala suerte” porque usar aquela palavra que por si só não traz nada de bom se aplica como a crença de que situações, pessoas e objetos possam produzir resultados negativos, catastróficos ou desastrosos.

Situações são qualificadas como “mala suerte” quando ocorrem de modo contrário à expectativa, ou quando provocam uma surpresa que resulta em um desastre, prejuízo, perda ou catástrofe.  A definição da Wikipédia eu acrescentaria vergonha alheia.

O que faz uma pessoa ter mais sorte que a outra? Se alguém soubesse a resposta ninguém teria a “Mala Suerte” que dá nome ao texto. Às vezes a superstição é um método de evitar que algum possível acidente aconteça, confie nelas pelo menos de vez em quando.

13- É o seguinte, era carnaval, aqueles a moda antiga, de rua, o povo fantasiado.  Só que nesse dia, aconteceu um desastre, um carro perdeu o freio e atropelou muita gente. Muitos morreram e os que não morreram tiveram ferimentos leves, mas essa historia tem uma pessoa em particular… chame de destino ou que quiser.

Depois do acidente, chamaram a ambulância para pegar os feridos, dentre esses feridos tinha um homem que pulou pra sair da frente do carro, e com isso quebrou a perna. A ambulância pegou esse homem e mais um monte de gente. Acontece que no caminho do hospital outro carro bateu na ambulância, e adivinha O único que morreu foi esse da perna quebrada! O único que conseguiu escapar do carro, e mesmo assim morreu. No maior estilo Final Destination.

12- Festa cheio de paparazzi e…

Aquela que já não era a mais fashion ali ainda cai de cara no chão.  E pior tenho certeza que fotógrafos e celebridades ficaram mais putos do que a própria, já que estragou o momento.

11 –  Malabarismos com automóveis, só que sem querer. É para rir. kkkkkkk

10 – Queda de ônibus também acontece aos montes, já que as pontes no nosso país estão sempre “conservadas”. O problema é quando o ônibus cai assim…

9- Quando o automobilismo e o golfe se encontram.

8 – A grande comemoração. Quanto maior o tamanho da taça maior a vergonha.

7- De beisebol em não entendo nada, mas tenho certeza que quando algo voa na platéia deveria ser uma bola. Não é?

 

6- Jason e Jenny Cairns-Lawrence – atraídos pelo perigo mesmo que seja contra sua vontade.  O casal esteve presentes em três ataques terroristas diferentes e em partes distintas do planeta onde eles passavam férias. Que férias!

O casal inglês esteve presente:

– No 11 de Setembro 2001. O ataque as torres gêmeas;

– Em 2005 em Londres durante o ataque ao metrô que matou 52 pessoas;

– Na Índia, cidade de Mumbai; em 2008 no ataque que matou 173 e feriu pelo menos 308.

5 – Flambar é uma arte, só tome um pouco de cuidado!

4 – Roy Sullivan – Aquele que viveu a cena de Guerra dos Mundos, não a da invasão de extraterrestres, mas a dos raios…
Ele foi atingido por um raio nada mais, nada menos, do que 7 vezes.

O patrulheiro do Shenandoah National Park, em Virginia, EUA abusou da do ditado: um raio não cai duas vezes no mesmo lugar…

Será mesmo se fosse vocês e o casal da 6ª posição eu ficaria longe da Virgínia.

3 – Tsutomu Yamaguchi – Vejam a escolha desse cidadão e para de  reclamar de suas péssimas escolhas.

Esse cidadão conseguiu estar presente nas duas únicas cidades da história atingidas por uma bomba atômica.

Tsutomu morava em Hiroshima quando a bomba de 6 de Agosto de 1945. Devastou a cidade.

Com os inúmeros ferimentos e queimaduras ele resolveu abandonar a cidade na mesma noite tentando esquecer aquele pesadelo Mr Yamaguchi conseguiu escolher a cidade de Nagasaki e apenas 3 dias depois ele passava pela péssima experiência novamente.

2 – Henry Ziegland – A história com a verdadeira bala perdida. Henry foi morto por uma bala alojada em uma árvore, 20 anos depois de ter sido atingido pela mesma bala em um tiroteio.

Em 1883, Henry terminou um namoro de anos. A namorada inconsolável cometeu suicídio. O ex-cunhado de Henry, tentando bancar o herói, atirou em Henry e depois também se matou. Mal sabia ele que a bala apenas atingiu Henry de raspão e se alojou em uma árvore atrás dele. Depois de 20 anos Mr Ziegland resolveu apagar aquela péssima memória e derrubar a árvore que ficava no terreno da sua propriedade.

Sem habilidade alguma para tal feito, Henry colocou dinamite no pé da árvore. Na explosão, à bala alojada se desprendeu e atingiu Henry direto na cabeça matando-o instantaneamente.

1 – Ann Hodges
Ann é até hoje a única pessoa da história a ser atingido por um meteorito.

Em 30 de Novembro de 1954, Ann Hodges estava na sala de sua casa, tirando um cochilo quando de repente um meteorito de 3,8Kg atingiu o telhado, obviamente, atravessou o telhado, destruiu o rádio e atingiu Ann na cintura.

O meteorito se encontra hoje no Museu de História do Alabama.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s